Semana fechou em queda nas praças paulistas, e agora?

PARTILHAR
Foto Divulgação.

Ofertas para vaca gorda e novilha gorda recuaram em um ritmo mais forte, R$2,00/@, e foram negociadas em R$258,00/@ e R$268,00/@, respectivamente!

O volume de negócios ainda segue lento. Nesse cenário, as indústrias frigoríficas abriram o mercado na última sexta-feira (27/11), pagando R$1,00/@ a menos na comparação diária. Com a queda de 0,4%, a arroba do boi gordo foi negociada em R$275,00, preço bruto e à vista. 

As ofertas para vaca gorda e novilha gorda recuaram em um ritmo mais forte, R$2,00/@, e foram negociadas em R$258,00/@ e R$268,00/@, respectivamente, preços brutos e à vista. 

Para os machos jovens de até trinta meses que atendem o mercado externo, as ofertas chegaram a R$285,00/@, preço bruto e à vista. Porém, alguns compradores testaram preços mais baixos.

Na região noroeste do Paraná a cotação da arroba do boi gordo caiu R$3,00 na comparação feita dia a dia e foi comercializada em R$280,00/@, considerando o preço bruto e à vista, R$279,50/@, com desconto do Senar e R$276,00/@ com desconto do Senar e Funrural.

A cotação da vaca gorda e novilha gorda desceram o mesmo degrau, cotadas em R$260,00/@ e R$270,00/@, considerando o preço bruto e à vista, respectivamente, na mesma comparação.

Virada de mês e fluxo dos negócios ditarão o rumo no mercado do boi

A proximidade à virada de mês e a entrada de maior capital para a massa trabalhadora, associado ao recebimento do salário e primeira parcela do décimo terceiro, poderá influenciar o escoamento e a necessidade de reabastecimento de carne bovina no atacado e varejo, ditando o ritmo dos negócios ao longo da próxima semana no mercado do boi.

Fonte: Scot Consultoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com