Silagem de milho: Monitorar a colheita é fundamental

Silagem de milho: Monitorar a colheita é fundamental

PARTILHAR
Foto Divulgação.

A colheita da cultura do milho para a produção de silagem está se aproximando e esta etapa do processo de ensilagem é considerada chave porque a mesma tem impacto sobre a conservação, consumo e digestão do alimento.

Durante a colheita é que se observa o montante de grãos que está sendo quebrado. Caso o índice não seja adequado, os ajustes na colhedora ainda são passíveis de serem realizados. Por que quebrar os grãos? Porque é neles que está depositado o amido, a grande riqueza energética da silagem de milho. Silagem com grãos inteiros ou parcialmente quebrados é um alimento deficiente em energia. O amido é o nutriente que faz a vaca produzir leite.

Como avaliar o processamento de grãos durante a colheita?

Passo 1: É necessário um recipiente de 1 (um) litro;

Passo 2: Colete dos vagões que estão fazendo o transporte da silagem, de dois a três litros por hora;

Passo 3: Cada litro coletado deve ser colocado sobre uma superfície plana e limpa. Separe os grãos da porção vegetativa e conte-os. Cada litro de forragem não deve ter mais que cinco grãos inteiros. Grãos mal processados devem ser considerados como grãos inteiros. A Figura 1 mostra grãos bem (verde) e mal processados (vermelho).

Foto: Thiago Bernardes

Grãos bem (verde) e mal processados (vermelho)

O que pode ser feito quando o processamento dos grãos não está adequado?

Como no Brasil a colheita é realizada por máquinas com características bem distintas (as tracionadas por trator e as autopropelidas) as ações para melhorar o processamento dos grãos devem focar o tipo de colhedora. Para as tracionadas por trator é indicado verificar se a distância entre a contra-facas e as facas não sofreu alteração original. O distanciamento destes conjuntos pode ocorrer em equipamentos com prolongado tempo de uso. Somado a isso, as facas devem ser afiadas, no mínimo, duas vezes ao dia. Outro ajuste a ser feito é a mudança de posição das engrenagens para reduzir o tamanho da partícula.

Leia mais em:

Quando a colheita está sendo desempenhada por uma autopropelida, o processamento pode ser melhorado por meio do afiamento das facas e da regulagem da distância entre os rolos que são responsáveis pela quebra dos grãos. Observe também a velocidade da colhedora, pois a mesma pode afetar a qualidade da picagem, independentemente do modelo utilizado.

POR: THIAGO FERNANDES BERNARDES – PORTAL MILKPOINT

-- conteúdo relacionado --

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.