TOP 20: Cidades mais ricas do agro brasileiro, veja!

TOP 20: Cidades mais ricas do agro brasileiro, veja!

PARTILHAR
Foto Divulgação

O agronegócio é o coração desse país, trazendo sustento no crescimento do PIB e geração de empregos; Conheça as cidades mais ricas do agro brasileiro!

Antes, é preciso ter uma ideia de toda essa importância do agronegócio no país. O PIB do agronegócio brasileiro, em 2019, foi estimado em R$ 1.552.995 milhões. A quantia bruta da produção agropecuária brasileira em 2020 está estimada em 697 bilhões de reais.

Mundialmente, o Brasil é o maior produtor de carvão vegetal, café, açúcar e suco de laranja; produzindo sementes oleaginosas e celulose como segundo colocado; e na produção de carnes e frutas, é o terceiro. Ocupamos o 5º lugar entre os maiores produtores agrícolas do mundo (95 bilhões de dólares em produção agrícola).

Das TOP 20, elencadas segundo o Valor da Produção em 2019, 50% pertence ao estado do Mato Grosso. Além disso, é preciso ressaltar que elas são grandes produtoras de grãos, o que contribui significativamente para o aumento do Valor, principalmente frente aos municípios que são fortes na pecuária ou adotam outra atividade agropecuária.

Sem muitas delongas, vamos a lista das 20 cidades mais ricas do agronegócio brasileiro e, claro, os seus números que as tornaram tão importantes para a economia nacional.

1º) Sorriso (MT)

População: 92.769
Valor da produção em 2019: R$ 3,946 bilhões

2º) Sapezal (MT)

População: 26.688
Valor da produção em 2019: R$ 3,381 bilhões

3º) São Desidério (BA)

População: 34.266
Valor da produção em 2019: R$ 3,183 bilhões

4º) Campo Novo do Parecis (MT)

População: 36.143
Valor da produção em 2019: R$ 3,055 bilhões

5º) Rio Verde (GO)

População: 241.518
Valor da produção em 2019: R$ 2.578 bilhões

6º) Cristalina (GO)

População: 60.210
Valor da produção em 2019: R$ 2,388 bilhões

7º) Jataí (GO)

População: 102.065
Valor da produção em 2019: R$ 2,368 bilhões

8º) Diamantino (MT)

População: 22.178
Valor da produção em 2019: R$ 2,351 bilhões

9º) Nova Ubiratã (MT)

População: 12.298
Valor da produção em 2019: R$ 2,337 bilhões

10º) Nova Mutum (MT)

População: 46.813
Valor da produção em 2019: R$ 2,238 bilhões

11ª) Formosa do Rio Preto (BA)

População: 25.857
Valor da produção em 2019: R$ 2,097 bilhões

12º) Campo Verde (MT)

População: 45.740
Valor da produção em 2019: R$ 1,978 bilhão

13º) Primavera do Leste (MT)

População: 63.092
Valor da produção em 2019: R$ 1,736 bilhão

14º) Maracaju (MS)

População: 48.022
Valor da produção em 2019: R$ 1,659 bilhão

15º) Petrolina (PE)

População: 354.317
Valor da produção em 2019: R$ 1,627 bilhão

16º) Lucas do Rio Verde (MT)

População: 67.620
Valor da produção em 2019: R$ 1,609 bilhão

17º) Campos de Júlio (MT)

População: 7.070
Valor da produção em 2019: R$ 1,509 bilhão

18º) Sidrolândia (MS)

População: 59.245
Valor da produção em 2019: R$ 1,393 bilhão

19ª) Barreiras (BA)

População: 156.975
Valor da produção em 2019: R$ 1,392 bilhão

20ª) Ponta Porã (MS)

População: 93.937
Valor da produção em 2019: R$ 1,381 bilhão

Impressionante, a força do agronegócio no Brasil é muito grande. Pulsando no coração desse país, as 20 maiores cidades do setor fazem com que o alimento chegue a mesa da população, de forma direta ou indiretamente. Garantido, além de tudo, o emprego e desenvolvimento da região.

Parabéns, não só as 20 citadas acima, mas a todas as cidades que possuem o agronegócio em sua região. Parabéns, principalmente, ao homem do campo que garante o sucesso desse setor, faça chuva ou sol o trabalhador jamais irá parar!

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com