Touro “Missão Impossível” escapa de caminhão pelo teto; vídeo

PARTILHAR
touro escapa por cima de caminhão
Foto: Divulgação

As imagens impressionantes é de um descarregamento de boiada no Mato Grosso do Sul; animal conseguiu fugir do caminhão pelo teto; confira o vídeo

Por incrível que pareça, os acidentes de trabalho também acontecem nas fazendas pelo Brasil (contém ironia). As imagens divulgadas na internet, de acordo com a publicação vem da Fazenda Pantanal, localizada no município de Inocência, no estado de Mato Grosso do Sul. A propriedade que tem na Pecuária de corte sua atividade principal registrou a destreza de um marruco fazendo o impossível. O touro, que intitulamos de “Missão Impossível”, conseguiu quebrar as tábuas do teto da carroceria do caminhão e saltar de uma altura de aproximadamente 3 metros de altura e sair ileso.

O boi foi com a corda – O animal possivelmente estava sendo desembarcado na fazenda, já que restava somente ele no caminhão. O vaqueiro ainda tentou laçar o bovino, mas o animal aos trancos e solavancos conseguiu subir na parte superior da cabine do caminhão e saltar. Vendo o animal bem, o boiadeiro soltou a corda e deixou o animal livre para que não houvesse maiores problemas.

Confira o vídeo incrível da arte:


Aqui vai um adendo, logo vão começar a julgar o caminhão, manejo e principalmente falar o jargão mais utilizado na raça: “Nelore sendo Nelore”. É fácil você encontrar vídeos e fotos pela internet com a seguinte legenda “Nelore sendo Nelore” atribuindo à raça problemas de manejo, mas e aí, é verdade?

Nelore sempre foi sinônimo de animais extremamente reativos e causadores de problemas durante o manejo, mas criadores vem mostrando que o manejo racional é a caixa de pandora reveladora do comportamento da raça. O bem-estar animal tem sido preocupação crescente entre pesquisadores, produtores e consumidores de todo o mundo que passaram a exigir com maior intensidade uma conduta humanitária no tratamento dos animais, no que diz respeito à produção, transporte e abate.

“É preciso ressaltar alguns pontos sobre a questão de bem-estar animal, primeiro é preciso mudar o comportamento do ser humano que trabalha com o bovino visando um manejo com base em confiança e liderança, pois sabemos que produtividade e saúde animal estão relacionadas com a forma que os animais são trabalhados. Outro ponto importante é a falsa impressão de que a seleção genética é a principal ferramenta para melhorar o temperamento do gado, acredito que a forma com que os animais são trabalhados durante a vida fazem toda diferença no seu comportamento. Além do mais, existem outras características produtivas importantes que não são influenciáveis após o nascimento, portanto devem ser avaliadas na hora de selecionar a genética que será usada no rebanho” disse a MV Ana Silvia Soubhia, formada pela UENP.

“Muito pelo contrário, Nelore é uma raça “inteligente” e seu comportamento reflete como um espelho aos estímulos e interações com as pessoas/ambiente. Temos diversos bons exemplos que comprovam que a maneira como os bovinos são tratados têm impacto direto em sua docilidade, ou seja a “nossa” interação com o Nelore, aliado ao ambiente que eles vivem ou são manejados irão fazer com que os animais se tornem mais calmos ou mais reativos.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.