Toyota faz mega promoção na Hilux para produtores

PARTILHAR

Nomeado como Toyota Barter, o sistema oferece aos produtores rurais a possibilidade de comprar a picape Hilux com grande promoção, confira! 

A Toyota anuncia uma nova modalidade de venda direta de veículos para o setor de agronegócios, chamada Toyota Barter, envolvendo o processo de troca de grãos produzidos no Brasil. O sistema é similar ao oferecido pela Stellantis, que aceita soja na compra por produtor rural.

O Toyota Barter oferece a compra da picape Hilux e dos SUVs SW4 e Corolla Cross para produtores rurais por meio da permuta de grãos de soja e milho, considerando o valor de mercado das sacas – unidade de medida de peso de leguminosas e cereais.

“O Toyota Barter teve início como um projeto piloto em 2019, portanto, é o primeiro canal de vendas do Brasil a aceitar grãos na compra de um carro. Agora, temos a oportunidade de oficializar esta facilidade para o agronegócio e expandir a presença da Toyota e contribuir de maneira importante para esse que é um dos principais setores econômicos do nosso País”, afirma José Luis Rincon Bruno, gerente de Vendas Diretas da Toyota do Brasil.

Os interessados em adquirir os modelos desse modo devem se dirigir a uma concessionária da marca e procurar a equipe de vendas diretas. A fabricante explica que o nome Barter vem da palavra em inglês que significa troca e em agronegócio é o pagamento comum pelo insumo através da entrega de grãos na pós-colheita, sem a intermediação monetária.

Para realizar as operações entre cliente e as revendas autorizadas, a fabricante conta com o suporte da NovaAgri, que é responsável pela coleta e validação dos dados dos clientes, atestando sua regularidade na originação de grãos.

Por enquanto, esse método está disponível nos Estados brasileiros da Bahia, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Piauí e Tocantins, mas a empresa já estuda expandir a sua atuação para mais regiões como Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Além disso, os interessados em utilizar o sistema de barter na aquisição dos veículos serão submetidos a verificações de certificações ambientais de produção rural para garantir a comercialização de grãos de plantio sustentável e reforçar a missão da montadora de neutralizar seus impactos ambientais até 2050.

A Toyota ainda estuda expandir a atuação para este modelo de negócio para mais estados no país, como Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

“O agronegócio é um mercado de grande potencial competitivo e com o Toyota Barter conseguimos oferecer uma facilidade única para produtores que sempre viram a Hilux como um objetivo pessoal ou para seus negócios. Estamos trabalhando para expandir ainda mais nossa presença no Brasil”, diz Fabricio Mazaia, vice-presidente Executivo Comercial e de Operações da NovaAgri.

A Hilux 2022

Atual picape média mais vendida no mercado nacional, a Toyota Hilux 2022 segue em constante evolução para se manter na ponta das vendas do segmento.

O utilitário da fabricante japonesa recebeu mudanças recentemente, sobretudo no visual e em relação aos seus itens de segurança.

A gama da nova Hilux 2022 conta com diversas configurações diferentes, tendo motor 2.7 litros flex e câmbio manual ou automático e tração 4×2 ou 4×4 e o propulsor 2.8 litros turbodiesel, ofertado com transmissão manual ou automática, sempre com tração 4×4.

Com inspiração no novo estilo global da Toyota, que foi impresso no Corolla, a Hilux 2022 parece bem maior do que realmente é, pois cresceu pouco e continua sendo menor que a S10 cabine dupla.

Essa impressão vem da nova frente, cuja grade é bem proeminente e devidamente cromada.

O para-choque tem aspecto mais aerodinâmico e proporciona grande ângulo de ataque (33°) por conta de seu desenho. Os faróis são integrados ao estilo da grelha, tendo LEDs diurnos e projetores de LED.

As rodas de liga leve aro 18 com pneus 265/60 R18 têm desenho esportivo e agradam. Faróis de neblina completam o conjunto e os estribos laterais são muito úteis no dia a dia.

Na traseira, as lanternas horizontais são grandes e bem delineadas. A caçamba de carga agrega câmera de ré e maçaneta no corpo central cromado.

No interior da Toyota Hilux 2022, o habitáculo se destaca pelo cluster com iluminação azul e instrumentação analógica bem resolvida, assim como o útil e completo computador de bordo.

Com oito polegadas, a multimídia Toyota Play reproduz DVD, CD, MP3 e tem câmera de ré, além de navegador. O sistema de som conta com seis alto-falantes, enquanto entrada e partida se fazem sem uso da chave, que tem desenho sofisticado.

Logo abaixo do botão de partida há o comando de tração 4×2, 4×4 e 4×4 com reduzida e, ao lado, o ar condicionado automático. O volante multifuncional é muito prático e tem boa pegada, contando ainda com múltiplas regulagens e a famosa haste do piloto automático, que continua pouco ergonômica.

Mais abaixo, bloqueio eletrônico do diferencial traseiro, controle de descida, entrada USB e auxiliar, além de duas tomadas de 12V.

Ao lado da alavanca de câmbio, que tem opção de mudanças manuais, há os comandos dos modos Eco e Power. Há uma tomada de energia para aparelhos de até 100 watts sob o apoio de braço central. O porta-luvas é duplo, sendo o superior refrigerado.

Os bancos em couro são confortáveis, sendo que o do motorista tem ajustes elétricos. O acabamento geral é muito bom e as portas possuem mesclas de couro, plástico e diversas tonalidades, tendo maçanetas cromadas, frisos de cor cinza e base dos comandos dos vidros em preto brilhante.

Atrás, mais espaço que a Hilux anterior, tendo também saídas de ar condicionado e ganchos retráteis para sacolas. O assento leva três e conta com conjunto completo de cintos e apoios, bem como Isofix. O encosto não é muito vertical, o que ajuda em viagens longas.

Um apoio de braço central com porta-copos escamoteável dá mais conforto e comodidade para dois ocupantes. A caçamba tem bom tamanho e a tampa não é até leve, facilitando as operações de carga e descarga.

Toyota Hilux 2022 – motor

A Toyota Hilux 2022 utiliza dois propulsores no Brasil, sendo que o motor de entrada é o mesmo da antiga geração. Trata-se do Dual VVT-i Flex 2.7 com 163 cv de potência a 5.000 rpm, quando abastecidos com etanol, e 159 cv, também a 5.000 rpm, com gasolina. O torque máximo é de 25 kgfm, tanto com etanol quanto com gasolina, mas sempre a 4.000 rpm.

A outra motorização é o novo motor diesel 2.8 1GD, que foi atualizado para entregar 204 cv e 50,9 kgfm e vem com transmissão automática de seis marchas com modos Eco e Power, bem com opção manual de seis marchas (esta tendo torque de 42,8 kgfm.

Toyota Hilux 2022 – desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h e velocidade máxima final

  • Toyota Hilux CD 2.7 Flex AT 4×2 – 15,0 segundos e 165 km/h
  • Toyota Hilux CD 2.7 Flex AT 4×4 – 15,0 segundos e 165 km/h
  • Toyota Hilux CD 2.8 Diesel AT 4×4 – 12 segundos e 180 km/h
  • Toyota Hilux CS 2.8 Diesel MT 4×4 – 12 segundos e 180 km/h

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com