Um, em cada 10 bifes brasileiros, voa para a China

PARTILHAR
carne vermelha brasileira vai pra china
Montagem Compre Rural

De acordo com a Agrifatto, nos dois primeiros meses de 2021, a importação do gigante asiático respondeu por 10,2% do mercado de proteína vermelha

A China já compra 1 em cada 10 bifes de carne bovina produzida no Brasil em 2021, calcula a consultoria Agrifatto, em relatório sobre exportação divulgado nesta semana (veja mais sobre este trabalho neste portal). A conta pode parecer brincadeira, mas não é, levando em consideração que na culinária um bife pesa, em média, de 90 a 100 gramas.

“O volume que a China já importou do Brasil nos dois primeiros meses de 2021 corresponde a 10,22% da produção de carne bovina do Brasil, avançando 2,75 pontos percentuais em comparação ao mesmo período de 2020”, compara a Agrifatto, acrescentando que o mercado do gigante asiático “cresce em um momento que outros países e o mercado interno derrapam e diminuem de tamanho”.

Em algumas Unidades da Federação, a importância da China para os embarques brasileiros de carne vermelha é ainda maior. Destaque para São Paulo – 76% da carne bovina exportada pelo Estado vai para o país asiático. “A estimativa é que a China consuma 20,68% do total de proteína bovina produzida em São Paulo”, calcula a Agrifatto.

Outro Estado que ganhou destaque foi Goiás, que viu a participação chinesa nos seus embarques crescer 23 pontos percentuais no comparativo entre o primeiro bimestre deste ano e igual período do ano passado. A China representa 69% das exportações goianas e consumiu 20,87% da produção de proteína bovina de Goiás no 1º bimestre de 2021.

Outros Estados grandes produtores correm por fora na participação chinesa, como é o caso do Mato Grosso (56%), Rondônia (25%) e Mato Grosso do Sul (20%) – a maior distância rodoviária a ser percorrida pode justificar essa priorização da China por estados mais próximos ao mar, observa a Agrifatto.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.