Vídeo: Cavalos morrem após participar de cavalgada

Vídeo: Cavalos morrem após participar de cavalgada

PARTILHAR

Segundo informações os cavalos teriam morrido devido ao cansaço e ao intenso calor durante o percurso, caso será investigado e deve ser analisado com cuidado.

Antes de tudo, é preciso que os fatos sejam apurados e os envolvidos paguem pelos crimes de maus-tratos. As cavalgadas são um esporte e um lazer, são realizadas a anos e, todos os envolvidos e preocupados com o bem-estar animal.

Infelizmente, como em qualquer outra atividade, existem aqueles extremistas e que, por não se atentarem aos fatos e necessidades dos animais, acabam trazendo imagens negativas para o setor.

O Compre Rural está aqui para mostrar os fatos e coloca, o portal, aberto para que os envolvidos possam se pronunciar.

Fatos que foram divulgados até agora sobre essa tragédia:

Dois cavalos morreram durante a tradicional ‘Cavalgada Ecológica’ do município de Pium (TO) que ocorreu neste fim de semana.

A cavalgada com percurso de 75 km começou no sábado (1º de junho) e só terminou na tarde de domingo (2) no Parque de Exposições da cidade.

O excesso de esforço físico, o calor e possíveis maus-tratos podem ter sido as causas da morte de dois cavalos. Moradores relataram que um burro teria agonizado e sangrado até a morte no centro da cidade. A cena lamentável foi denunciada pela população nas redes sociais.

cavalo morre apos calvagada
Um dos animais morreu agonizando e todo ensanguentado no centro da cidade no domingo (2) / Foto: Divulgação

Um cavalo também morreu durante o percurso. Os donos dos animais ainda não foram identificados e moradores reclamaram da falta de estrutura adequada para evitar esse tipo de situação.

Segundo os moradores, essa não é a primeira vez que animais morrem devido ao esforço físico durante a cavalgada.

“Como tradição, a famosa cavalgada ecológica acontece em Pium todos os anos, reunindo milhares de pessoas do município e região. Mas infelizmente são os animais que sofrem são serem utilizados para exaltar o ego dos donos. Obrigados a andar mais de 70 km no sol quente, muitos não conseguem chegar ao destino final devido à falta de cuidado. Nos eventos passados não foi diferente, no ano de 2016, 2017 e 2018 morreram vários animais devido a maus-tratos. Alguns participantes reclamam da falta de fiscalização pelos direitos dos animais, porém até hoje nenhuma ONG se pronunciou a respeito disso”, relatam os moradores.

Veja o vídeo que circula na internet:

Compre Rural com informações do AF Notícias.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com