Vídeo – Quanto vale um boi de 800kg?

PARTILHAR
Quanto vale um boi de 800kg
Imagem Ilustrativa

Zootecnista mostra conta simples de como chegar no valor de comercialização de um boi gordo, enviado ao frigorífico para o abate

As contas de pecuária de corte brasileira sempre estão em evidência no meio rural, quem nunca lhe perguntou quanto custa a arroba produzida na sua fazenda, ou até mesmo qual o custo de produzir uma arroba no confinamento, contas que ditam o lucro ou prejuízo dentro de uma propriedade rural. Todos os dados são importantes, foi pensando nisso que o Zootecnista Keberth Huan produziu um vídeo explicando todos os detalhes de como calcular quanto o pecuarista recebe da indústria por um boi de 800 quilos.

Na legenda do vídeo o zootecnista comentou – “Nessa semana durante um embarque de animais prontos para o frigorífico, nos deparamos com esse monstro de 800kg. Então já pensei: “Quanto vale um animal desse peso?” Fiz as contas e vim aqui compartilhar com vocês!” O animal saiu da fazenda com um peso vivo de 800 kgs, com 57% de rendimento de carcaça e arroba negociada a R$ 315,00.

Confira o vídeo na íntegra:

Importante ressaltar que o total obtido pela conta é o valor bruto pago pela indústria ao pecuarista, todos os custos fixos e de produção do animal não foram contabilizados.

Keberth foi muito didático, caso você não goste de papel e caneta, vamos lhe ajudar com uma conta bem simples, usando os mesmos números usados pelo zootecnista: Ex: (800/15)315 = 16.800 (com o percentual esperando de 57%) → 16.800 x 0,57 = R$ 9576,00.

Importante ressaltar que este animal é “fora da curva”, normalmente um animal padrão confinamento alcança pesos entre 20@ e 22@. Você também pode questionar os 57% de rendimento de carcaça de um animal Nelore, mas ficaria espantado com a qualidade genética conquistadas pela raça nos últimos anos. Em recente abate técnico, o Grupo Adir abateu garrotes filhos do touro ROUND da 2L entre 18 a 19 meses, os animais atingiram o rendimento de carcaça de 57,62%, com rendimento na desossa de 84,9% e 100% Cota Hilton.

Keberth, trabalha na afamada Fazenda Favorita – Kiko’s Ranch 20@, do pecuarista Kiko Quagliato o Rei do Gado no Brasil. Com um dos maiores rebanhos no território nacional, a 20@ se destaca pela excelência em recria e engorda de bovinos, além da integração lavoura e pecuária de maior destaque de Goiás e do Brasil. Os números são impressionantes: são mais de 41 mil cabeças de gado produzidas nas 7 fazendas próprias (9.020 ha) e em mais 18.000 ha de áreas arrendadas em outras propriedades.

Opinião de quem produz

Aproveitamos para conversar com Victor Darido, pecuarista na Fazenda Água Preta em Pindamonhangaba (SP), que salientou a importância de produzir animais pesados. “A pecuária brasileira caminha a passos largos para animais cada vez mais precoces e pesados. Produzir animais nesse padrão não é tarefa fácil, mas não impossível. Uma ressalva que digo é: a eficiência biológica diminui com o passar do tempo, então busque sempre explorar ao máximo a curva de crescimento do seu animal, maximizando seu lucro e sua produtividade. Em alguns momentos vale a pena um animal super pesado, em outros, é preferível abater antes.”

Como saber qual a melhor opção?!

Segundo o pecuarista a resposta para essa pergunta é gestão. “Você precisa ter seus números na mão pra ter clareza nas tomadas de decisão. Em meus anos de experiência, venho produzindo animais cada vez mais jovens e pesados, buscando aliar minha margem de lucro sempre, afinal, a paixão é importante, mas precisamos sobreviver no mercado” – Victor, autor do curso Pecuária Lucrativa aliado ao bem-estar animal, salientou a importância da busca pelo conhecimento dentro da atividade.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.