CLASSIFICADOS
Página Inicial » Notícias » ExpoGenética 2016 promove debate sobre seleção de zebuínos e aumento da proditividade
Curso de gestão de pastagens, planejamento e manejo da teoria à prática, aprenda o método PDCA
brahman touro vermelho

ExpoGenética 2016 promove debate sobre seleção de zebuínos e aumento da proditividade

A ExpoGenética 2016 chega com boas perspectivas. Aproximadamente 750 animais avaliados pelos principais programas de melhoramento genético serão expostos no evento. Promovida entre os dias 20 e 28 de agosto, no Parque Fernando Costa, em Uberaba (MG), esta edição da feira será novamente uma boa oportunidade para atualização de conhecimentos e palco de discussões importantes para o mercado da pecuária.

A seleção de zebuínos para corte deve almejar nichos de mercado ou os desafios da segurança alimentar mundial? Esta questão norteará o debate de especialistas de mercado e pesquisadores dos programas de melhoramento genético durante a Mesa Redonda que será realizada na próxima segunda-feira, dia 22 de agosto, no Tatersal Rubico Carvalho, a partir das 14h, durante a 9ª ExpoGenética.

Entre os debatedores estará o zootecnista e mestre em Engenharia de Produção, Fabiano Tito Rosa, gerente executivo de compra de gado da Minerva Foods. Caberá a ele falar sobre as características do mercado europeu e australiano. O especialista destacou que os programas de melhoramento e criadores devem selecionar animais jovens, pesados, bem terminados e com pH baixo para atender as exigências do mercado internacional.

“O Brasil tem feito um excelente trabalho em termos de aumento de produtividade, o que contribuiu para o aumento do excedente exportável. Houve também melhoria de qualidade, tanto de produto (abatendo animais cada vez mais jovens, mais pesados e mais bem terminados) quanto de processos (com rastreabilidade, controle de resíduos e bem-estar animal). O controle sanitário também tem sido aprimorado, inclusive, nos últimos anos, com ampliação da Zona Livre de Febre Aftosa com Vacinação. Por fim, o esforço conjunto do governo e da iniciativa privada para a abertura de novos mercados tem sido constante. É um trabalho de cadeia, que tem mantido o Brasil no topo do ranking dos exportadores de carne bovina”, disse Fabiano Tito Rosa.

O evento ainda contará com um segundo painel, que será apresentado por Carlos Eduardo Rocha, Sócio-diretor da Perfect Beef Company e da Eleven Brazil Importação e Exportação, que abordará o tema: “As características do mercado do Oriente Médio”. Na sequência, acontecerá debate com um representante de cada programa de melhoramento genético presente na exposição. “Em minha apresentação, abordarei os principais fatores que têm afetado a oferta de animais para abate e a demanda por carne bovina, traçando um cenário de mercado para o curto e o médio prazos. Também tratarei de questões de qualidade e exigências de mercado, tanto doméstico quanto exportação, buscando alinhamento entre produtor e indústria”, comenta Fabiano Tito. O evento é gratuito e aberto ao público.

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicadoEstes campos são obrigatórios *

*

x

Checar também

Se for levado em conta o cenário do ano passado, somente 41% das propriedades rurais leiteiras do país produzirão a bebida dentro dos padrões legais determinados pelo Ministério da Agricultura, conforme aponta um estudo da Clínica do Leite/Esalq-USP. Foto: Divulgação

Preço do leite ao produtor recuou 11,7% em novembro

O preço médio do leite recebido pelo produtor recuou 11,7% em novembro, na comparação com ...

bezerrada curiosa

A hora certa de usar os vermífugos no gado

O sucesso da produção na pecuária bovina depende, entre outras coisas, de um bom manejo ...