CLASSIFICADOS
Página Inicial » Avaliações » Agricultura » Parceria público/privado traz tecnologia inovadora que analisa solos em apenas 30 segundos
Curso de gestão de pastagens, planejamento e manejo da teoria à prática, aprenda o método PDCA
Foto: André Marcelo de Souza
Foto: André Marcelo de Souza

Parceria público/privado traz tecnologia inovadora que analisa solos em apenas 30 segundos

A Embrapa Solos (RJ), em parceria com a iniciativa privada, desenvolveu um pacote tecnológico destinado à análise de solos que irá revolucionar o mercado no Brasil. Denominado SpecSolo, ele tem a vantagem de analisar as amostras de solo de forma não destrutiva, rápida e econômica. Dezenas de parâmetros de fertilidade (carbono orgânico do solo, pH, cálcio, magnésio, fósforo, potássio dentre outros) e física do solo (argila, silte e areia) podem ser analisados simultaneamente em apenas 30 segundos. A análise convencional demora dias para apresentar os mesmos parâmetros.

“O SpecSolo é baseado no uso de técnicas de espectroscopia vibracional e de inteligência artificial”, detalha André Marcelo de Souza, pesquisador da Embrapa Solos e responsável pela tecnologia. Souza explica que a tecnologia lança mão de algoritmos precisos e eficientes. “Estes algoritmos”, explica o cientista, “usarão um robusto banco de dados, com mais de um milhão de amostras de solos representativos do Brasil”. Souza conta que as amostras e dados analíticos relacionados foram obtidos de um dos maiores laboratórios de análises de solos do mundo, o Instituto Brasileiro de Análises (IBRA), parceiro do projeto de desenvolvimento e corresponsável pela tecnologia.

“A solução analítica SpecSolo é uma das maiores inovações em análise de solos das últimas cinco décadas no Brasil, retomando a missão da Embrapa de propor e implantar novas metodologias em análise de solos no cenário agrícola brasileiro”, reitera o chefe-geral da Embrapa Solos Daniel Vidal Pérez. Tanto o instrumento quanto a tecnologia possuem a chancela da Embrapa. Portanto, o SpecSolo será mais um método oficial preconizado pela Empresa para análise de solos no Brasil.

Como funciona

Para a dupla de diretores do IBRA Armando Saretta Parducci e Thiago Parducci Camargo, a parceria entre a Embrapa Solos e o IBRA possibilitou o desenvolvimento da tecnologia. “Somos os pioneiros no Brasil em construir um banco de dados robusto com um número tão expressivo de amostras dos solos brasileiros, essencial para o desenvolvimento e sucesso da tecnologia”, diz Armando Parducci.

Além do numeroso banco de dados, o pacote tecnológico SpecSolo conta com um software hospedado na nuvem exclusivo para o processamento da informação e um equipamento inovador dedicado à análise de solos, denominado SpecSolo-Scan.

O equipamento possui um amostrador automático que permite análise simultânea de 40 amostras de solo e autonomia para trabalhar sozinho durante 20 minutos. Após esse tempo, os resultados analíticos são gerados automaticamente, acessando remotamente o banco de dados. Os resultados podem ser liberados de acordo com o serviço adquirido pelo cliente, podendo ser na forma de resultados analíticos de cada parâmetro do solo, ou por faixas de interpretação da fertilidade do solo.

O projeto ainda conta com um sistema especialista para gerar recomendações de adubação e calagem, segundo os principais manuais disponíveis no País. O SpecSolo-Scan é o primeiro instrumento comercial de espectroscopia no infravermelho próximo e visível (VisNIR) do mundo a apresentar um amostrador automático e um sistema integrado com banco de dados totalmente dedicado à análise de solos.

A versatilidade dessa tecnologia atende a diferentes públicos-alvo como laboratórios de analises de solo, cooperativas agrícolas, usinas de açúcar e álcool, órgãos de pesquisa e extensão rural, empresas de agricultura de precisão e consultores. “Programas do governo, como o Programa ABC (Agricultura de Baixo Carbono), e atividades relacionadas à caracterização e planejamento do uso da terra (levantamento de solos tradicional e digital) ganham eficiência com a adoção da tecnologia”, afirma o pesquisador da Embrapa Maurício Rizzato Coelho.

“A tecnologia irá permitir a substituição, com rapidez e precisão, dos métodos tradicionais em análise de solos, muitos deles poluentes ao meio ambiente, mitigando os impactos ambientais e diminuindo os custos dos laboratórios com o tratamento e destinação correta de resíduos”, afirma André Marcelo. Além disso, devido à sua versatilidade, produtores rurais que antes tinham dificuldade de conduzir análises de solos e, consequentemente, as recomendações de adubação e correção, passarão a ter fácil acesso à nova tecnologia. Em consequência, espera-se um aumento de produtividade dos sistemas de produção devido ao uso racional de corretivos e fertilizantes, com redução dos impactos ambientais e melhoria da qualidade de vida no meio rural.

Análises de solo mais baratas

É nesse contexto que a tecnologia desenvolvida pela Embrapa se apresenta como uma solução para alavancar e democratizar as análises de solos no Brasil. “Mesmo nas regiões mais remotas do País, será possível utilizar o pacote tecnológico SpecSolo a um custo muito inferior de implantação e operação em relação a um laboratório tradicional”, assegura Thiago.

A estratégia de comercialização da nova tecnologia adotada permitiu ao IBRA criar o ibra-express. Nesse caso, as análises serão feitas pelo equipamento SpecSolo-Scan, e os resultados estarão disponíveis para o cliente em apenas algumas horas a partir da entrada da amostra no laboratório.

Qualquer laboratório de análise de solos do Brasil poderá usufruir dessa tecnologia, acessando o portal da SpecSolo

Fonte Embrapa Solos – Carlos Dias

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicadoEstes campos são obrigatórios *

*

x

Checar também

cafe rama vermelha

Café capixaba é eleito o melhor do Brasil pela Abic

O microlote do produtor José Alexandre Abreu de Lacerda recebeu a maior pontuação no júri ...

fazenda-sustentavel-vencedores-2016

Fazenda de Mato Grosso do Sul é a campeã da sustentabilidade

A Modelo II adotou integração lavoura-pecuária-floresta e foi a vencedora do prêmio Fazenda Sustentável 2016, ...