CLASSIFICADOS
Página Inicial » Artigos » TABAPUÃ, raça brasileira criada no início do século passado é imbatível, também em cruzamentos
Curso de gestão de pastagens, planejamento e manejo da teoria à prática, aprenda o método PDCA
tabapua garrote

TABAPUÃ, raça brasileira criada no início do século passado é imbatível, também em cruzamentos

tabapua cabecas

Um pouco de história

O Tabapuã é um animal de origem brasileira, desenvolvido a partir de 1907, no município Leopoldo de Bulhões, no interior de Goiás, quando um produtor fez  o cruzamento entre o mocho nacional e vários reprodutores indianos, levando a produção dos primeiros zebuínos mochos da história.

Informações da Associação Brasileira de Criadores de Tabapuã,  dão conta de que já em 1912 esses animais foram cruzados com o Nelore, resultando no conhecido gado baio mocho. E finalmente, em 1940, um produtor paulista, do município de Tabapuã, incluiu o Gir no cruzamento, resultando na nova raça: Tabapuã.

tabapua vacada 1Curiosidades

Depois do Brahman (animal proveniente dos Estados Unidos) e do Indubrasil, o Tabapuã foi a terceira raça neo-zebuína a ser formada no mundo.

Mas vale destacar que esta foi a primeira fundamentada nos preceitos de rigoroso planejamento zootécnico e também a primeira raça de zebu mocho formada no Brasil.

Após um longo processo de reconhecimento da raça, iniciado na década de 60, apenas em 1981 o Tabapuã ganhou status de raça.

Dentro de várias qualidades, podemos citar algumas abaixo :

  • Docilidade
  • Rusticidade
  • Habilidade Materna diferenciada (produz mais leite, desmamando seus produtos mais pesados)
  • Caráter MOCHO (importante na utilização em confinamentos, evitando acidentes e diminuindo área de cocho)
  • Precocidade no acabamento de carcaça e sexual dos machos e fêmeas

tabapua garrote 1Cruzamentos

“O Tabapuã é muito usado para voltar na F1. O pessoal joga Angus na fêmea Nelore, e essa fêmea meio sangue Nelore x Angus volta com Tabapuã, para depois abater macho e fêmea. Mas o resultado está tão bom que não estão matando as fêmeas. Normalmente, o cruzamento industrial tricross utiliza duas raças européias. O Brasil inventou o tricross contrário, com dois zebus. Você não sai do branco e mantém a rusticidade”, evidencia o assessor pecuário Fernando Garcia de Carvalho.

“No cruzamento do F2, quando volta para cruzado, o índice de animais médio para ruim é grande. Voltando com Tabapuã, isso não acontece. Já na primeira cruza o índice de animais TOP é quase total”, destaca o criador Marcos Germano, da Fazenda Chapadão, em Minas Gerais.

Na década de 1990, os cruzamentos diretos entre Tabapuã e Limousin foram um sucesso. A conformação da carcaça mostrou resultados esplêndidos para os pecuaristas. Foi também nesta época que o Tabanel entrou em ascensão, também com um resultado de carcaça excelente.

Posteriormente, o Tabapuã puro-sangue passou a fazer parte do tricross entre Nelangus (meio-sangue Nelore x Red Angus), experiência que se mostrou sucesso em índices de precocidade e fertilidade, principalmente da vacada a campo.

Em rebanhos Tabanel, também já foram inseridos no tricross Chianina, para precocidade, e Charolês, para habilidade materna. Com Tabapuã puro se testou Devon, raça inglesa, para lhe acrescentar rusticidade; e Aberdeen, no Sul do país, onde o clima é frio.

Na seleção da raça há 40 anos, Marcos Germano promove em seu plantel os cruzamentos de Tabapuã com taurinos e zebuínos. A Fazenda Chapadão já experimentou o resultado do Tabapuã com Charolês, Pardo Suíço (corte), Angus e, agora, avalia com Sindi. Por enquanto, a aposta é no Angus, que acrescenta ainda mais precocidade ao Tabapuã.

Enquanto os bezerros puro sangue mais novos foram desmamados com 266 kg para machos e 245 kg para fêmeas, em média, os meio-sangue Angus, foram desmamados com uma média de 305 kg os machos e 280 kg as fêmeas.

tabapua tourinho

RESULTADO DE CRUZAMENTO

Há algum tempo, foi publicada nessa revista, uma reportagem muito interessante sobre peso e tipificação de carcaças foi realizada com extrema competência e seriedade por uma empresa líder no ramo pecuário, com assessoria de uma importante universidade brasileira. Ambas estão de parabéns pela qualidade do trabalho apresentado. Em igualdade de condições, foram analisadas as carcaças de 8 cruzamentos:

  • Red Angus x Tabapuã;
  • Charolês x Tabapuã;
  • Simental x Tabapuã;
  • Red Angus x Nelore;
  • Charolês x Nelore;
  • Simental x Nelore;
  • Brahman x Nelore
  • Brahman x Tabapuã

Os animais foram abatidos inteiros e aos 15 meses de idade.

Na classificação de “cota Hilton”, entre os 8 cruzamentos avaliados, os melhores resultados foram obtidos pelos cruzamentos entre:

  • Brahman x Nelore
  • Brahman x Tabapuã;
  • Red Angus x Tabapuã

com aproveitamento de 100%.

Já na distribuição de carne em relação à carcaça, quanto a traseira e dianteiro/ ponta de agulha, entre os 8 cruzamentos avaliados, os melhores resultados foram obtidos pelos cruzamentos de:

  • Red Angus x Tabapuã
  • Brahman x Tabapuã.

Resultados obtidos na avaliação das carcaças dos 8 cruzamentos, lembrando que todos os animais foram abatidos inteiros e as 15 meses de idade:

CRUZAMENTOS PESO/CARCAÇA
Red Angus x Tabapuã 261,4 Kg
Charolês x Tabapuã 260,6 Kg
Simental x Tabapuã 255,2 Kg
Média de peso das carcaça 259,7 Kg
Média em arrobas 17,27 @

Fonte: tabapuapompei.com.br

CRUZAMENTOS PESO/CARCAÇA
Red Angus x Nelore 247,5 Kg
Charolês x Nelore 242,8 Kg
Simental x Nelore 250,3 Kg
Média de peso das carcaça 246,87 Kg
Média em arrobas 16,46 @

Fonte: tabapuapompei.com.br

CRUZAMENTOS PESO/CARCAÇA
Brahman x Tabapuã 245,5 Kg
Brahman x Nelore 238,0 Kg
Média de peso das carcaça 241,75 Kg
Média em arrobas 16,12 @

Das tabelas acima podemos deduzir:

Que os cruzamentos com Tabapuã renderam 0,81 @ a mais por animal, que os cruzamentos com Nelore, com o mesmo custo.
Que os cruzamentos com Tabapuã renderam 1,15 @ a mais por animal, que os cruzamentos com Brahman, com o mesmo custo.

Parece pouco, não é ? sim, porque estamos calculando a diferença por animal. Mas vamos supor que fossem 200 animais de cada cruzamento.
Vamos imaginar que a arroba em dólar está pagando US$ 20,70. O que teríamos então?

200 animais frutos de cruzamento com Tabapuã, comparados com 200 animais frutos de cruzamento com Nelore = 200 x 0,81@ x US$20,70=US$3.353,40 a mais com Tabapuã, com mesmo custo.

200 animais frutos de cruzamento com Tabapuã, comparados com 200 animais frutos de cruzamento com Brahman =200 x 1,15@ x S$20,70=US$4.761,00 a mais com Tabapuã, com mesmo custo.tabapua

Deixar um comentário

O seu e-mail não será publicadoEstes campos são obrigatórios *

*

x

Checar também

Foto: Fazenda Bergamini

Vermífugos na hora certa pode gerar ganhos de R$ 40 por cabeça

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita (Unesp) levantou um dado ...

bezerros nelore

Fazenda no Mato Grosso faz a desmama aos 100 dias de idade

O Nortão do MT exibia-se para Pedro e eu, agradecendo a chuva que acabara de ...