Alta importa genética taurina pra reforçar bateria de touros

Alta importa genética taurina pra reforçar bateria de touros

PARTILHAR
gado da vintage angus ranch
Foto: Vintage Angus Ranch

Central de inseminação reforça bateria de taurinos para atender crescente demanda do mercado; destaque são dois touros da raça Angus

Na contramão da crise e com um crescimento expressivo de 54% nos últimos três anos, a Alta Genetics, empresa responsável por 35% do mercado nacional de genética bovina, é um dos players que mais se destacou na contratação de touros taurinos nos últimos anos.

De acordo com o Gerente de Produto Corte Taurino, Miguel Abdalla, hoje a empresa conta com mais de 300 animais dos EUA, Argentina e Brasil, sendo a Central com maior volume de touros de qualidade e variedade de origens. “Somente no final do ano passado até agora, adquirimos cerca de 100 animais para compor nossa bateria e atender as necessidades de um mercado cada vez mais exigente”, explica.

Uma das raças que se sobressai na categoria taurinos é a Angus, que além de ser o carro-chefe no mercado nacional, está entre as mais antigas na seleção, com quase 200 anos de trabalhos. “Ela se destaca pelo elevado padrão imposto em sua progênie, o que fez com que o mercado demandasse ainda mais a sua utilização. Além disso, possui características produtivas como desempenho e qualidade de carne que se maximizam ainda mais no cruzamento com o zebuíno, devido ao efeito da heterose”, conta Abdalla.

De acordo com Relatório Index ASBIA divulgado pela Associação Brasileira de Inseminação Artificial (ASBIA) e pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq), a raça Angus é a que apresenta o maior peso no mercado de comercialização de doses de sêmen. O Relatório consolidado referente a 2019 já indicava essa liderança, sendo a Angus responsável por praticamente a metade do total vendido no período – das 11 milhões de doses computadas no ano passado, a raça respondia por 5,8 milhões de doses.

gado da vintage angus ranch
Touros da Vintage / Foto: Vintage Angus Ranch

Os números mostram uma grande procura dos criadores pela genética Angus no processo de cruzamento industrial do rebanho brasileiro e na produção de animais com características desejáveis. A Alta, há muitos anos entendeu essa necessidade do mercado e investiu forte na categoria. “Hoje a cada três doses da raça vendida no Brasil, um é da Central”, declara Abdalla.

O Gerente conta que todas as nossas contratações consideram os mais diferentes tipos de sistema de produção, para atender as mais diferentes necessidades de mercado. “Nosso objetivo é ter uma bateria diversificada que responda as mais diferentes características e sistemas produtivos. A ideia é que o pecuarista possa encontrar o touro ideal baseado no seu planejamento genético”.

Um dos destaques da bateria Angus é o reprodutor Nickelback, selecionado na Brooks Chalky Butte Rc, o maior touro de DEP para peso aos desmame de bateria, com avaliação genética destacada para produzir carcaças volumosas e pesadas em sua progênie.

Outro grande reprodutor que integrou recentemente a bateria, foi o Aberdeen Angus, V A R Plymouth, originário do criatório Vintage Angus.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.