Arroba do boi a R$ 240, fechando a semana!

Arroba do boi a R$ 240, fechando a semana!

PARTILHAR
Foto Divulgação.

Indústria endureceu nas tentativas de compra no final desta semana, mesmo com essa pressão, arroba do boi a R$ 240 é realidade!

Nesta sexta-feira (29), os contratos futuros para o boi gordo finalizaram em campo misto na Bolsa Brasileira. O vencimento Novembro/19 encerrou cotado a R$ 228,60/@ com uma alta de 0,37%. O Dezembro/19 fechou a sessão com uma queda de 0,58% e está precificado a R$ 214,00/@. O Janeiro/20 registrou um avanço de 0,66% e está cotado a R$ 206,65/@

No caso do contrato Maio/20 encerrou com uma alta de 0,13%, mas cotado a R$ 197,50/@. O Outubro/20 também finalizou com uma valorização de 0,81% e terminou precificado a R$ 205,50/@.  

Uma coisa é certa, a pressão da indústria sobre o mercado, endurecendo as negociações em algumas praças, trouxe um calmante para o mercado em geral. Porém, o movimento contrário, idealizado pelos produtores que estão com folga para travar as suas vendas, estão recebendo melhores preços e ditando a volatilidade do mercado.

No aplicativo AgroBrazil, os participantes relataram negócios na localidade de Lins/SP para o animal com padrão exportação ao redor de R$ 240,00/@, à prazo com trinta dias para pagar. Na região de Sonora/MS, o valor negociado para o boi que atende exportação foi de R$ 220,00/@, à prazo com trinta dias para pagar e com data para o abate em 11 de dezembro.

De acordo com as informações da Scot Consultoria, a cotação do boi gordo recuou 4,4% e está cotado em R$ 220,00/@à vista, bruto. Descontando a alíquota do Senar o preço é R$219,50/@. Livre de Funrural e livre do Senar a cotação é de R$216,50/@ no estado de São Paulo.

O volume de negociações no mercado físico do boi gordo seguiu muito limitado nesta sexta-feira, na qual está refletindo o comportamento típico do dia da semana.

“As indústrias frigoríficas continuam cautelosas nos seus processos de compra tanto pela espera dos resultados das vendas de carne no atacado nos próximos dias como também para avaliar melhor as perspectivas de oferta até o início do próximo ano”, destacou a Informa Economics FNP.

A Radar Investimentos apontou em seu relatório de mercado que as indústrias endureceram  as tentativas de compra no final desta semana em relação aos dias anteriores. “É o primeiro teste depois de dias pagando valores acima das referências em boa parte de São Paulo. Por outro lado, as programações de abate não tiveram evolução relevante independente do tamanho do frigorífico”, disse a consultoria.

Rússia

Nesta sexta-feira (29), o órgão de controle de segurança agrícola da Rússia disse que removeu restrições temporárias ao fornecimento de carne bovina por duas fábricas do Brasil. As fábricas autorizadas a retomar as exportações para a Rússia foram a Minerva e JBS. Por outro lado, o país importa menos neste período do ano em função dos portos congelados.

Carne

Com base no levantamento da AgroBrazil, a referência em São Paulo para o boi casado registrou uma queda de R$ 0,60/kg e está cotada a R$ 15,15/kg. Segundo o levantamento da Scot Consultoria, o boi capão está precificado ao redor de R$ 15,75/kg no estado de São Paulo.

Compre Rural com informações do Notícias Agrícolas

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com