Arroba subiu R$ 27 no fim do mês, como será março?

Arroba subiu R$ 27 no fim do mês, como será março?

PARTILHAR
Confinamento e Boitel VFL BRASIL. Foto: Marcella Pereira

Pecuarista comemora fechamento do mês com arroba do boi gordo subindo até R$ 27 no fim do mês; veja a tendência para março!

A arroba do boi gordo fechou a última semana de fevereiro com preços mais altos no mercado físico, de acordo com a consultoria Safras. “A normalização da demanda doméstica de carne bovina favoreceu a recuperação dos preços da matéria-prima”, diz o analista Fernando Henrique Iglesias. Na praça de Cuiabá (MT), o preço subiu R$ 27.

Além disso, as chuvas acima da média no Centro-Norte do país ofereceram boa qualidade as pastagens, aumentando a capacidade de retenção dos pecuaristas.

No aplicativo do Agrobrazil, parceiro do Compre Rural, as cotações do boi gordo estão em alta. Pecuarista de Socorro/SP, teve sua arroba negociada a R$ 202/@ com 30 dias para pagamento e data de abate para 03 de março. Já em Nova Andradina/MS, o boi gordo saiu por R$ 190,00/@ com 30 dias para pagamento e data do abate para o dia 04 de março. Ainda em São Paulo, valor encontrado em Pirapozinho, para o boi padrão foi de R$ 205/@ com pagamento a vista e abate no dia 06 de março.

A média no app do Agrobrazil, foi de R$ 201,01/@ para o estado de São Paulo. Durante a semana, tivemos negócios de até R$ 207,00 por arroba no estado. Na média do Brasil, temos as cotações firmes em um patamar de R$ 200/@, demonstrando uma excelente tendência para o mês de março, que abre com uma maior necessidade dos frigoríficos de recompor as escalas.

“O menor volume de embarques durante o primeiro bimestre foi o ponto de inflexão, avaliando a menor presença da China no mercado em meio aos bloqueios causados pelo coronavírus”, aponta Iglesias.

Confira como estava a arroba do boi gordo em 20 de fevereiro e em 28 de fevereiro:

  • São Paulo: passou de R$ 190 para R$ 203
  • Goiânia (GO): passou de R$ 180 para R$ 193
  • Uberaba (MG): passou de R$ 182 para R$ 194
  • Dourados (MS): passou de R$ 173 para R$ 193
  • Cuiabá (MT): passou de R$ 157 para R$ 184

Segundo a Scot Consultoria

A oferta de boiadas limitada e a expectativa de melhora da demanda na primeira metade de março deve manter o mercado do boi com os preços sustentados.

Demanda internacional aquecida

As exportações de carne bovina in natura do Brasil renderam US$ 398,60 milhões em fevereiro, de acordo com a Secretaria de Comércio Exterior. O país exportou 88,3 mil toneladas e o preço da tonelada ficou em US$ 4.514,30.

Na comparação com janeiro de 2020, houve alta de 1,5% no valor exportado, ganho de 10,7% na quantidade e queda de 8,3% no preço. Em relação a fevereiro de 2019, houve ganho de 22,7% no valor, alta de 2% na quantidade e ganho de 20,3% no preço médio.

Compre Rural com informações do Agrobrazil, Canal Rural e Scot Consultoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com