As constantes pressões sobre a cadeia do leite

As constantes pressões sobre a cadeia do leite

PARTILHAR
Foto Divulgação

Nosso bem mais precioso é o tempo, devemos usá-lo de forma positiva, temos muitos benefícios do leite para falarmos, não devemos perder tempo tentando convencer quem está  atacando(por que quer) a nossa atividade.

O leite sempre foi considerado o patinho feio da história.

Uma fazenda sem capacidade de produzir outra coisa, com um proprietário sem expectativas, este era o cenário perfeito para se começar a produção de leite.

Mas as coisas mudaram, o produtor de leite se especializou e assumiu um papel de protagonista da própria história.

Isto está incomodando muita gente, por isso o leite é alvo de costantes ataques, a grande maioria deles sem um embasamento, falácias e fake news assombram a atividade.

Tem também as exigências sanitárias, ambientais, sociais e as normativas.Mais importante que todas estas, está a exigência do consumidor, é preciso entregar o produto que o consumidor quer.

Toda esta pressão é boa para o setor, sim você leu certo. É boa para o setor!
Se não fôssemos tão pressionados, não estaríamos progredindo na velocidade que estamos, todas estas exigências nos tiram na zona de conforto, fazendo com que buscamos formas de mostrar que o leite não é o patinho feio da história, que o produtor não é o destruidor do planeta.

Assim como as algas da costa da França, que tem altíssimos níveis de crescimento, mesmo submetidas a uma variação de marés de até 12 metros entre maré alta e baixa, movimento este que faz as algas criarem mecanismos de defesa que não impeçam seu crescimento. O produtor que está passando por toda esta pressão, resistindo aos ataques, desenvolve mecanismos de defesa que a longo prazo trarão  um resultado cada vez mais expressivo.

Devemos reagir como as algas, sem bater de frente com os ataques, sem focar no problema, mas sim focar na solução.

Não precisamos brigar ou querer convencer este pessoal desinformado que ataca a cadeia, devemos sim olhar para outro lado, o lado dos que esperam um produto de qualidade e esperam também informações reais.

Nosso bem mais precioso é o tempo, devemos usá-lo de forma positiva, temos muitos benefícios do leite para falarmos, não devemos perder tempo tentando convencer quem está  atacando(por que quer) a nossa atividade.

Temos um longo trabalho pela frente, vamos sempre firmes, fazer aquilo que sabemos fazer, que é produzir um leite de qualidade, em quantidade e sem agredir o planeta, sem também precisar ofender ninguém, independente da ideia de cada um.

Fabrício Nascimento 
Produtor de leite 

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com