Brangus ou Senepol: que touro cruzar com minhas novilhas F1 Angus?

Brangus ou Senepol: que touro cruzar com minhas novilhas F1 Angus?

PARTILHAR
brangus e senepol

Uma grande dúvida dentro das propriedades que fazem ou vão iniciar o cruzamento entre raças; Confira o que disse o especialista Alexandre Zadra!

“Zadra, tenho fêmeas F1 Angus e comprei touros Senepol e tenho também touros Brangus. O que posso esperar desses cruzamentos? Qual seria o melhor animal?”, questionou Marcelo Della Vecchia, criador em Monte Alto-SP.

No quadro Zadra Responde que foi ao ar nesta terça, 12, o zootecnista Alexandre Zadra, especialista em cruzamentos, autor do blog “Crossbreeding” e supervisor regional comercial da Genex para os estados do Acre, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Rondônia, respondeu à dúvida.

“Não existe o melhor ou pior animal, depende de seu objetivo. Por exemplo, utilizando Senepol em suas fêmeas F1 Angus, você vai fazer fêmeas tricross com pelo zero […] muito boa (habilidade) materna para ser uma mãe espetacular e precoce, […] sendo que o animal macho, irmão dela, tricross também, vai ser superprecoce, um animal que vai para o abate novo”, disse Zadra.

O zootecnista completou dizendo que este cruzamento de Senepol com as F1 Angus resulta em um animal com sangue ¾ tropical. “Então ele vai muito bem no calor, vive muito bem, muito tranquilo e esta fêmea você pode tirar uma cria”, completou.

“Quando você utilizar o Brangus na F1 Angus, você vai produzir filhos com 56% de sangue europeu. Na média, esse é um animal que vai ter um pouco de pelo, sendo ideal para uma recria caprichada, com suplementação e com sombra, que seja mais caprichado. E se possível, confinamento até o abate porque esse animal é um pouquinho mais exigente em termos de adaptabilidade, tem um pouco mais de pelo. Logicamente que depois do primeiro ou segundo verão, os animais perdem um pouco desse pelo, mas, de toda maneira, ele tem um metabolismo um pouco mais alto”, acrescentou.

“A gente recomenda a tricross com Brangus, ou seja, Brangus na F1, que você faça um cruzamento terminal, ou mesmo tire uma cria desta tricross de Brangus para depois você abatê-la, porque a gente sabe que esta fêmea é mais exigente, […] se você tiver sombra, muita água e capricho na comida, sem problema, você vai criá-la e vai ter uma fêmea muito boa também”, respondeu Zadra.

O especialista ponderou que a cruza com o Brangus resultará, no entanto, em menos heterose para as crias. “Vai gerar menos choque de sangue quando você usa Brangus na F1 Angus. Já quando você usa um Senepol na F1 Angus, […] você tem 100% de heterose. Você logra os efeitos benéficos da heterose quando você usa Senepol, que é saúde do animal, fertilidade, precocidade, com pelo zero e um animal adaptado. Não adianta a gente ter heterose se a gente não tem adaptabilidade, ok?” finalizou.

Compre Rural com informações do Giro do Boi

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com