Brasil vai exportar gado vivo para o Paraguai, veja!

Brasil vai exportar gado vivo para o Paraguai, veja!

PARTILHAR
Foto Divulgação.

Paraguai, Vietnã e os Emirados Árabes Unidos permitiram a importação de bovinos vivos do Brasil para fins de engorda, informou o Ministério da Agricultura.

O Brasil vai exportar bovinos vivos, ovos férteis e mudas de coco a novos mercados. Segundo levantamento da Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, em abril foi aberto o mercado da Bolívia para mudas de coco.

Além disso, o Paraguai permitiu a importação de bovinos vivos do Brasil para fins de engorda. O Vietnã e os Emirados Árabes Unidos também liberaram a entrada de bovinos vivos brasileiros. A China abriu o mercado para importação de crina de bovino lavada do Brasil, e Camarões, de ovos férteis e pintos de um dia.

As exportações de bovinos destinados à reprodução e ao melhoramento genético do rebanho do Paraguai chegaram a 45 mil cabeças em 2018, representando mais de 10% do total negociado (400 mil animais) para o exterior em 2017. 

No ano, a pasta contabiliza 26 ações de aberturas de mercados, o que significa a possibilidade de comercializar um novo produto por parceiro comercial.

Em março, o País obteve permissão para exportar ovos in natura, material genético animal, frutas e itens de alimentação animal a novos países.

Em fevereiro, o destaque das aberturas foi o setor de proteína animal com liberação para exportar bovinos vivos, material genético bovino e carne suína e derivados para o Camboja.

Quando a gente fala sobre exportações de animais vivos, o Brasil é pioneiro em exportar principalmente gado vivo. Mas entre os principais animais temos também, porcos e aves.

No ano de 2019 ficou na 67ª colocação como produto exportado pelo Brasil e correspondeu a 0,2% das exportações. É o 6º colocado quando falamos de produtos relacionados a Agropecuária brasileira

Exportações de Animais

As exportações no ano de 2019 chegaram a um valor FOB de US$ 457 milhões, uma queda de mais de 20% se for comparado ao ano de 2018 quando haviam sido exportados US$ 621 milhões. Em torno de 181 mil toneladas foram principalmente para países como Turquia e Iraque, que são os países que mais importam animais vivos do nosso país.

O ano de 2020, até abril, já foram exportados US$ 92,1 milhões, tendo uma queda de 35% se for comparada ao mesmo período do ano 2018.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com