Cabanheiros são premiados por exportações de sêmen

Cabanheiros são premiados por exportações de sêmen

PARTILHAR
Foto: Gabriel Olivera

Empresa atuante no mercado de genética bovina premiou criadores da raça Angus por exportações de sêmen no último ano, confira os detalhes.

A Zebu Fértil – empresa que há 20 anos atua no mercado de genética bovina – premiou os criadores Fábio Ruivo, da Cabanha Recalada, de Capão do Leão (RS), e Francisco Azambuja Amaral, da Estância Três Marias, de Santa Vitória do Palmar (RS), pelos serviços prestados à pecuária brasileira e paraguaia no último ano. O touro Boca Negra Duty 9001 – Don Laboro, da Recalada, produziu mais de 23 mil doses de sêmen no último ano. Já o exemplar 3 Marias 171 Priority – Conversor, da Três Marias, produziu mais de 21 mil doses. A placa de reconhecimento foi entregue nas propriedades dos pecuaristas nesta quinta-feira (16/01) e sexta-feira (17/01).

Foto: Gabriel Olivera

Segundo o médico veterinário Ney Conty, a iniciativa de agraciar os criadores surgiu como uma forma de agradecimento pelo trabalho de seleção desses criatórios, que vem se destacando com animais de ótima qualidade. “Nós temos dois touros em parceria com a Cabanha Recalada e um com a Estância Três Marias, animais cuja genética é de alto desempenho”, revela Conty. Atualmente, a Zebu Fértil – com sede em Campo Grande (MS) – conta com seis touros Angus e pretende ampliar ainda mais os negócios com o Paraguai. “Nossa perspectiva para 2020 é um crescimento de 15% a 20%”, estima.

Para Ruivo, receber o reconhecimento da Zebu Fértil mostra que a propriedade de Capão do Leão está no caminho certo. “O touro Boca Negra Duty 9001 – Don Laboro teve um ano excepcional, com alta taxa de prenhez”, avalia. Já Amaral não esconde a felicidade da Estância Três Marias conquistar o prêmio, visto que a propriedade tem um projeto recente com genética. “Trabalhamos há pouco tempo com genética e já fomos reconhecidos. Isso nos dá mais gás para seguir em frente”, enfatiza o criador.

De acordo com o gerente de Fomento da Associação Brasileira de Angus, Mateus Pivato, é importante destacar que este tipo de premiação comprova que a genética Angus do Brasil é de excelente qualidade e está cada vez mais sendo reconhecida por outros países. “O número de exportações de sêmen Angus nacional está andando em um bom ritmo de crescimento”, afirma Pivato.

Foto: Gabriel Olivera
Foto: Gabriel Olivera

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com