Campanha: “Touro Angus Registrado é caminho certo”

Campanha: “Touro Angus Registrado é caminho certo”

PARTILHAR
3 Marias 171 CONVERSOR, excelência no Angus
3 Marias 171 CONVERSOR / Foto: Gabriel Olivera / Ag. El Campo

Associação de raça cria campanha de conscientização para alertar pecuarista da importância de se ter no rebanho Touro Angus Registrado; “maior produtividade e qualidade genética”

Touro Angus Registrado é sinônimo de eficiência e lucratividade. Investir em exemplares superiores é a ferramenta ideal para o criador que busca maior produtividade e qualidade genética em seu rebanho. Isso porque, ao optar por animais registrados, garante que eles têm condições de perpetuar características desejáveis em seus descendentes, como precocidade, fertilidade, habilidade materna, qualidade de carne, entre outras. Um investimento que se paga já na primeira safra com bezerros uniformes e de alta liquidez no mercado.

Ao escolher o touro ideal para o seu plantel, o criador deve levar em consideração o sistema de produção da propriedade e objetivos. Decidindo por um Touro Registrado, terá a garantia que o animal passou pelo crivo dos técnicos da Associação Brasileira de Angus e que dará origem a um plantel genuinamente Angus, produzindo gerações igualmente superiores, com características almejadas pelos criadores e pelo mercado. Além disso, terá em mãos o controle da produção, podendo selecionar a genética ideal por meio da análise dos índices dos programas de melhoramento genético. A Angus também dispõe de DEPs enriquecidas pela genômica, o que significa precisão máxima no uso de reprodutores melhoradores. E só Touros Angus Registrados têm dados genômicos disponíveis nos sumários da raça.

Trabalhar com exemplares marcados também significa novilhos mais valorizados, animais com alto potencial carniceiro, circunferência escrotal condizente com a idade, fácil ganho de peso e adaptabilidade a diferentes ambientes. Pesquisas indicam que escolher o acasalamento certo pode significar um bônus de até dez quilos por bezerro em relação aos produtos obtidos com um touro comum. Atributos que são reconhecidos pelo mercado e, por isso, sempre resultam em reprodutores bem valorizados nas pistas de remates. No frigorífico, filhos de touros registrados também saem na frente na disputa pelas bonificações do Programa Carne Angus Certificada uma vez que preservam as características raciais que são pré-requisito para a chancela das carcaças.

Touro Angus Registrado
Foto: Angus Brasil

Criadores que buscam conciliar a demanda por qualidade de carne e rusticidade podem optar por utilizar animais da raça Ultrablack registrados em seu rebanho. A raça é resultado do cruzamento de animais Angus com gado zebuíno com, no mínimo, 80% de sangue Angus. Por isso, assim como exemplares Angus, eles têm predisposição a serem dóceis, com aptidão materna e baixo peso ao nascer, facilitando a reprodução. Além disso, o Utrablack garante maior adaptabilidade, principalmente em função de temperaturas mais elevadas, grau nutricional das pastagens e enfrentamento do carrapato.

Porque usar Touro Angus Registrado

  • Touro Registrado tem origem genética certa e provém de animais superiores;
  • O registro é a certeza que o reprodutor dará origem a um rebanho genuinamente Angus, produzindo descendentes que expressem tudo o que o investidor e o mercado desejam do animal;
  • Significa que o exemplar passou pelo crivo do corpo técnico da Associação Brasileira de Angus;
  • Touro Registrado é sinônimo de novilhos mais valorizados, de animais carniceiros e de um rebanho uniforme;
  • Usar Touro Angus Registrado é o caminho para maior produtividade. Os pecuaristas que alcançam os maiores escores de bonificação no Programa Carne Angus Certificada são os mesmos que não abrem mão de usar o Touro Angus Registrado;
  • Um Touro Registrado tem condições de perpetuar sua genética no rebanho. Além de gerar filhos igualmente superiores, pode ter suas qualidades perpetuadas quando o criador retiver as fêmeas como ventres de reposição. Ou seja, o Touro Angus Registrado valoriza o plantel;
  • Touro Registrado já é bom. Touro dupla marca (PP ou CACA) é melhor ainda, pois significa que ele está na faixa dos 20% superiores da sua geração;
  • Touro Registrado é a garantia de que esse animal atingiu o peso e a circunferência escrotal condizentes com a idade. Isso porque ele só recebe o registro com a conferência desses dados. Peso indica capacidade de produção de carne, circunferência escrotal está relacionada à fertilidade;

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.