Começa prova de eficiência alimentar da raça Devon

Começa prova de eficiência alimentar da raça Devon

PARTILHAR
Começa prova de eficiência alimentar da raça Devon
Foto: Divulgação

Avaliações, em parceria com a UFRGS, visam identificar animais superiores; realização é da Associação Brasileira de Criadores de Devon (ABCDevon) em parceria com a universidade

Iniciou nesta terça-feira (20/10) a avaliação de 21 tourinhos Devon no teste de Consumo Alimentar Residual (CAR), na estação Experimental da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Eldorado do Sul (RS). Os animais participantes são nascidos entre 1º/8/19 e 31/10/19.

A realização é da Associação Brasileira de Criadores de Devon (ABCDevon) em parceria com a UFRGS. Segundo o professor e coordenador da prova, Jaime Tarouco, será medida a relação entre o consumo de alimentos e o ganho de peso. “Entre 60% a 70% do custo de um sistema de produção é com alimentação. Por isso, ao identificarmos animais que ganham mais peso comendo menos, é possível aumentar a eficiência do rebanho. E essa característica tem herdabilidade, ou seja, é transmitida para as novas gerações. Isso é muito importante no melhoramento genético”, afirma.

Os animais, que chegaram à Estação de Testes em setembro, já passaram por um período de adaptação à dieta e às instalações, durante 21 dias. Antes do início da prova de CAR, são tiradas as medidas, realizados os primeiros exames de ultrassonografia e a pesagem oficial.

O consumo de água e a dieta são a vontade. Os bebedouros e cochos estão conectados ao sistema automático de medição Intergado, da própria Estação de Testes. Cada vez que um animal ingere água ou a dieta ele é identificado e uma balança torna possível saber de quanto foi o consumo. “Também mede quantas vezes ele foi comer e beber e faz a pesagem do animal. Todos os dados serão utilizados para obter a curva de crescimento de cada indivíduo. Diariamente, toda vez que os animais entrarem nos cochos, será gerado dado de consumo de alimentos”, complementa Tarouco. O acompanhamento ocorre ao longo de 70 dias, até o mês de dezembro

“É um investimento na Raça Devon, que trará informações baseadas em critérios técnicos-científicos na identificação de animais que ganham mais peso comendo menos incentivando o produtor no melhoramento genético, atraindo o investidor, invernador e o confinador a trabalhar com novilhos para o programa carne devon certificada,”, afirma a presidente da ABCDevon, Simone Bianchini. “Aumentando a rentabilidade para toda cadeia produtiva e na produção de carne premium” complementa.

Participam, desta edição, exemplares da Estância da Pedreira, de Dom Pedrito, Fazenda São Valentin e Fazenda Santo Antônio, de Nova Prata, Fazenda da Gruta, de Pelotas, Fazenda da Volta, de Muitos Capões, Cabanha Santa Alice, Cabanha Saudade, Estância Saudade e Cabanha Santa Maria, de São Gabriel, Cabanha Santa Lúcia, de André da Rocha e Fazenda Palmeira, de Camaquã.

Os três primeiros colocados serão premiados pela ABCDevon e receberão Troféu Prova CAR Devon UFRGS 2020.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.