Conexão Delta G amplia acurácia das avaliações dos animais

Conexão Delta G amplia acurácia das avaliações dos animais

PARTILHAR
Foto: Bezier Filmes / Divulgação

Conexão Delta G amplia informações sobre DEPs; entidade é reconhecida mundialmente pelo trabalho realizado na seleção genômica da resistência ao carrapato

Com um dos maiores bancos de dados sobre resistência à carrapatos no mundo, a Conexão Delta G, entidade que reúne criadores das raças Hereford e Braford que trabalham com a seleção genômica no melhoramento genético, está estendendo os cálculos para todas as suas DEPs (Diferença Esperadas na Progênie) de forma genômica. Esses cálculos serão para todos os touros jovens que serão comercializados com as DEPs genômicas, o que confere uma acurácia superior à acurácia normal de um touro jovem sem filhos, ou seja, de 50% de acurácia passará para 70%, o que seria o mesmo que um touro com 15 filhos avaliados.

Conforme o presidente do Conselho Técnico da Conexão Delta G, Bernardo Pötter, a partir de agora serão disponibilizadas DEPs genômicas para todas as características de produção além da já reconhecida para resistência a carrapatos. “No que diz respeito ao carrapato, a Conexão Delta G tem um banco de genótipos de mais de 7 mil animais e mais de 15 mil animais com medição de infestação por carrapatos”, observa.

Este trabalho está sendo realizado em parceria com o Gensys Consultores Associados. De acordo com a consultora do GenSys, Fernanda Brito, a proposta é muito importante e mostra o poder de programas genômicos atuando no melhoramento genético bovino. “Enfim, há uma trajetória por trás de uma divulgação de uma simples DEP ou índice. E essa trajetória é o que vai determinar a força do programa genômico”, salienta.

Há mais de dez anos, a Conexão Delta G desenvolve juntamente com a Embrapa Pecuária Sul, de Bagé (RS), e o Gensys Consultores Associados, com apoio da Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB), projeto de seleção genômica para identificar animais mais resistentes ao carrapato, e que vem trazendo resultados positivos aos que adquirem a genética provinda destes exemplares.

O trabalho identifica e seleciona os animais mais resistentes à infestação do parasita combinando dados de contagens de carrapato e de genealogia com informações de DNA. Foram identificados os animais das raças Braford e Hereford mais resistentes à infestação por carrapatos por meio da genotipagem dos animais e auxílio dos marcadores moleculares presentes no DNA dos bovinos destas raças.

Outro projeto também desenvolvido pela Conexão Delta G em parceria com a Embrapa Pecuária Sul, desde 2018, busca criar um modelo de seleção genômica que permita identificar e selecionar animais Hereford geneticamente mais resistentes à Ceratoconjuntivite Bovina Infecciosa (CBI), enfermidade que causa grande prejuízo na criação de raças taurinas e suas cruzas. O primeiro passo do programa consistiu na coleta de fenótipos relacionados à doença em touros e novilhas de sobreano da raça Hereford de membros da entidade com o objetivo de estimar parâmetros para a seleção genômica para resistência à CBI.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com