Confinamento de gado para pequeno produtor, veja como

Confinamento de gado para pequeno produtor, veja como

PARTILHAR
Gado de Corteconfinamento para 20 cabeças
Foto Divulgação. Foto: Thiago Pereira

É possível o confinamento de gado para pequeno produtor? Com certeza que sim, e ainda tem outra, pode ser muito lucrativo para quem tem uma gestão eficiente. Confira as dicas!

Uma dúvida bastante recorrente entre pecuarista é sobre a viabilidade de se fazer o confinamento em pequenas propriedades. A verdade é que diante de um mercado altamente concorrido e demandas cada vez mais urgentes, o confinamento tem sido a solução encontrada para se manter competitivo. 

De forma resumida, o confinamento ou semiconfinamento, em pequenas propriedades tem se tornado uma realidade, sendo cada vez mais utilizado para aumentar a produção em menor área. Diante disso, muitas vezes abordado aqui no Compre Rural, mostramos como estruturar um confinamento para 20 cabeças. Hoje, vamos dar algumas dicas e mostrar as vantagens desse sistema!

Assim, neste artigo vamos falar sobre o confinamento para pequeno produtor e o que é preciso para montá-lo. Continue a leitura e confira!

O confinamento no Brasil

O confinamento é a prática de restringir a movimentação dos animais, colocando-os em instalações adequadas e fornecendo todos os nutrientes, inclusive água necessária ao seu pleno desenvolvimento.

Realizado no Brasil desde 1986, o confinamento pode ser aplicado durante todo o ano, apesar de atender com resultados positivos o mercado na entressafra.

Uma boa prática, se está pensando em montar um confinamento em sua propriedade, é que faça visitas a confinamentos próximos a você e leve junto sua equipe. Assim todos poderão conhecer o funcionamento e esclarecer dúvidas.

Confinamento X pequeno produtor

Desde que haja espaço suficiente exigido por toda a estrutura contida em um confinamento, não há problemas que pequenos produtores também lancem mão dessa estratégia. 

No entanto, é importante ressaltar que alguns cuidados são imprescindíveis para que o pequeno produtor possa obter resultados positivos com o confinamento. 

Apesar de espaço ser um fator determinante, a raça escolhida também irá influenciar diretamente no desempenho da sua produção. Por isso, é necessário que seja feito um estúdio prévio sobre a região e a aptidão para conversão alimentar.

Vantagens de investir no confinamento

Sem dúvidas,  a principal vantagem do confinamento é a engorda do animal em menos tempo. No sistema tradicional (a pasto), o bovino pode levar em média, após o desmame, dois anos para o abate.

No entanto outros benefícios proporcionados pela estratégia a tornam ainda mais interessantes. São eles:

  • baixa mortalidade; 
  • abate em tempo reduzido;
  • maior controle da temperatura;
  • domínio total da alimentação dos animais;
  • exploração intensiva em pequenas propriedades;
  • garantia de produção de carne na entressafra (durante o período da seca).

9 Dicas para iniciar o seu confinamento

  • Para que seja possível investir em confinamento na sua propriedade é indispensável que seu espaço seja capaz de atender às seguintes configurações de espaço: 12 metros por animal e o cocho com 15 cm por cabeça. Caso contrário, os animais ficarão estressados e não produzirão com a qualidade esperada.
  • Para um confinamento de 20 cabeças, é necessário dispensar 300 m²;
  • O bebedouro precisa ser de 200 litros;
  • É possível utilizar alimentos na fazenda para alimentar os bovinos confinados;
  • Necessidade de manejo mais efetivo se torna latente. Os currais precisam ser molhados com frequência. Isso porque como ficam isolados em determinado espaço, a água diminui a poeira e evita doenças respiratórias;
  • A nutrição animal precisa estar em dia para proporcionar um aumento de peso esperado por animal/dia. 
  • Em regiões com alta intensidade de chuva é necessário que seja feita uma cobertura. 
  • Em áreas quentes, é indicado que haja um espaço com sombras com árvores para proteger os animais do calor;
  • Se optar pela dieta de alto grão, terá um investimento satisfatório.

“Sou pecuarista de leite, posso confinar?”

Para quem é pecuarista de leite, mas quer aumentar a renda da atividade, foi lançado um programa em 2015, chamado “Salve o bezerro macho leiteiro”. Esse sistema permite que os animais sejam mantidos em dietas de puro grão, alcançando 15 arrobas antes de 1 ano de idade.

Confira na matéria abaixo: Bezerro Leiteiro: aproveitamento de machos para produção de carne

Compre Rural com informações da Coimma, Boi Saúde e Thiago Pereira

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com