Conheça a maior “fazenda de insetos” do mundo, vídeo!

Conheça a maior “fazenda de insetos” do mundo, vídeo!

PARTILHAR

Após captar R$ 2,3 bilhões, local está em construção ao norte de Paris para atender o mercado bilionário da nutrição animal, conheça a maior “fazenda de insetos” do mundo!

A startup francesa Ÿnsect já levantou mais de R$ 2,3 bilhões (ou US$ 425 milhões) em aportes para construir a maior “fazenda de insetos” do mundo com capacidade para até 100 mil toneladas por ano.

Os invertebrados podem ser usados como insumos para rações de diversos tipos de animais, inclusive humanos, e também como fertilizantes. Por isso, a empresa já venceu mais de 50 prêmios por todo o mundo. De acordo com a Ÿnsect, o valor é maior do que o total já arrecadado pelo resto de todo o setor de proteína de inseto globalmente e visa capturar parte do mercado de ração animal, estimado em trilhões de dólares ao ano.

Só na aquicultura, por exemplo, a produção depende de ração contendo farinha de peixes capturados na natureza, 25% da pesca global, e contribui para o declínio dos estoques de peixes selvagens em todo o mundo. Sem falar em aves, suínos e outras espécies.

O novo capital será usado para ajudar a empresa a construir o que descreve como “a maior fazenda de insetos do mundo”, que está atualmente em construção ao norte de Paris.

A Ÿnsect tem como objetivo que sua nova fazenda seja carbono-negativo pois o projeto incluiu todos os aspectos a montante e a jusante de suas operações, bem como as consequências indiretas e diretas de ter a nova fazenda na cadeia de abastecimento.

Em entrevista a AgFunder, Antoine Hubert, CEO da Ÿnsect, disse que uma avaliação independente revisou os padrões ISO e validou o status de carbono negativo das operações do local. Isso é conseguido em parte com o uso de dejetos, que é um subproduto da criação de insetos como um corretivo do solo.

Humanos e animais de estimação

A Ÿnsect também está expandindo seus negócios no mercado de ingredientes de alimentos para animais de estimação, avaliado em cerca de US$ 40 bilhões em todo o mundo com crescimento constante.

“A comida para animais de estimação hipoalergênica, saudável e sustentável está crescendo. Temos nossos primeiros clientes e esperamos fechar novos negócios. Temos uma oportunidade muito positiva”, disse Hubert.

Proteína de inseto para alimentação humana continua sendo uma área de interesse, mas enfrenta sérios desafios quanto à aceitação do consumidor. Algumas pessoas podem nunca ser capazes de ter insetos como parte de suas dietas.

“Hoje temos demandas tão rigorosas em alimentos para animais de estimação, que são na verdade iguais aos alimentos humanos. Portanto, temos os dados que as empresas de alimentação humana podem solicitar. A questão é exatamente o tempo e os recursos em termos de marketing. Gostaríamos de investir mais nos próximos anos”, disse.

Escalável

A capacidade comprovada de escalar a produção de insetos como a larva-de-farinha e uma cadeia de fornecimento de carbono negativo conferem à Ÿnsect uma solução altamente disruptiva, capaz de revolucionar a nutrição animal.

“Nossas bases de investidores eram apenas europeias e asiáticas. Sabíamos que um dos nossos principais mercados seria a América do Norte. Agora temos dinheiro suficiente para construir as fábricas, gerar caixa e ser lucrativos para sempre”, avaliou.

No início deste ano, NextProtein levantou € 10,2 milhões (US$ 11,2 milhões) e a Beta Hatch também arrecadou US$ 3 milhões. Ambas trabalham em novas maneiras de produzir ração animal e fertilizantes à base de insetos.

Veja o vídeo e conheça a maior “fazenda de insetos do mundo”:

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
FILE PHOTO: Mealworms are pictured at the Institute of Marine Research in Bergen, Norway, July 31, 2018. REUTERS/Clodagh Kilcoyne/File Photo

Compre Rural com informações da AG Evolution

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com