Conheça os campeões da raça Devon na Expointer 2021

PARTILHAR
Touro Spolavori Fotografias
Foto: Spolavori Fotografias

Campeões da raça Devon na Expointer são da Cabanha Boeck, de Encruzilhada do Sul (RS); veja também os vencedores do prêmio Difusão Genética Nacional

O touro Fazendeiro de Santa Alice 2122, box 967, da Cabanha Boeck, de Encruzilhada do Sul (RS), conquistou o título de Grande Campeão da raça Devon na 44a Expointer. O reprodutor pesa 850 quilos e está prestes a completar três anos, em outubro.

Na categoria fêmea, o Grande Campeonato foi para a vaca Saudade Barão 5517, box 964, com 622 quilos e três anos e 11 meses de idade, que está prenha. Uma curiosidade é que a fêmea é mãe da Reservada Grande Campeã, do box 962, terneira de apenas um ano de idade. Os dois exemplares também pertencem à cabanha Boeck, do criador Everton Oliveira Boeck, único criador da raça participante da exposição deste ano, com seis exemplares.

Fêmea Spolavori Fotografias
Foto: Spolavori Fotografias

O pecuarista comemorou as conquistas fazendo planos para a propriedade. “Pretendemos começar a retirada de embriões da Grande Campeã ainda em 2021. Além disso, trabalhamos para ampliar e aumentar o número de matrizes. A Expointer está sendo uma ótima oportunidade de reconhecimento por parte de amigos e criadores, tomamos gosto e agora vamos participar de outras feiras e já pensamos em voltar a Esteio em 2022”, projeta Boeck, criador de Devon desde 2019 e um dos associados mais recentes da Associação Brasileira de Criadores de Devon e Bravon (ABCDB).

O trio de jurados foi composto pelo diretor técnico da ABCDB Lucas Hax, de Pelotas (RS), Luiza Ramos Ribeiro, de Lages (SC) e Otávio Jacques, de André da Rocha (RS), todos integrantes do Conselho Técnico da Associação. “Todos os animais apresentados são de extrema qualidade e muito carniceiros, a Cabanha Boeck está no caminho certo”, garante Jacques.

Para a presidente da ABCDB, Simone Bianchini, “os animais premiados são exemplares excelentes e a Cabanha Boeck representou muito bem a raça. Participar em Esteio é importante porque marca o início dos remates de primavera no Rio Grande do Sul, por isso a Expointer atrai também a atenção de criadores de outras regiões. Continuaremos trabalhando para que em 2022 tudo volte à normalidade”, afirma.

Foto: Alexandre Teixeira

Cabanhas Santa Alice e Gralha Azul vencem prêmio Difusão Genética Nacional 2021

O touro Bravo G7090 de Santa Alice 1100, da Cabanha Santa Alice, de Santa Maria (RS), da Sucessão de Armando Ribas, conquistou o bicampeonato no prêmio Difusão Genética Nacional, da raça Devon. nesta segunda-feira (6/9) pela Associação Nacional de Criadores Herd-Book Collares (ANC) durante a 44a Expointer, em Esteio (RS). O exemplar obteve índice final dos filhos somando 482,90. Representando o criatório, o médico veterinário Henrique Ribas afirma que o bicampeonato é a consolidação do animal como reprodutor. “É uma dupla deferência, mais especial ainda pelo fato de avaliar não só a quantidade mas também a qualidade dos filhos dele. Estamos muito felizes por mais essa conquista, especialmente por acreditarmos que, com o auxílio de ferramentas como o Promebo, nosso plantel caminha para o rumo certo”.

fêmea - Bezier Filmes
Foto: Bezier Filmes

Na categoria fêmea, a vaca Arapari 2198 G6142 Palmeira RC 546, da Cabanha Gralha Azul, de Fraiburgo (SC), de Antonio Marcos Passarin, alcançou índice final 70,56. O criatório já havia sido premiado em 2019, também na categoria fêmea, mas com outro animal. “Essa fêmea nascida em 2013, foi a Grande campeã na primeira participação da raça Devon na Feira do Colono de Itajaí (SC), em 2019. Ela acumula cerca de 30 filhos registrados. Esse prêmio é muito importante, é um reconhecimento e um estímulo ao nosso trabalho de seleção genética” comemora Passarin, que cria Devon desde 2012.

A premiação, que até a edição do ano passado contemplava apenas os proprietários de animais nacionais com maior número de filhos registrados em um ano, passou a incluir critérios qualitativos em sua avaliação. Agora, são agraciados os criatórios responsáveis pelo touro e pela vaca cujos filhos somados tiveram maior índice final no Programa de Melhoramento de Bovinos de Carne (Promebo).

Segundo a presidente da Associação Brasileira de Criadores de Devon e Bravon (ABCDB), Simone Bianchini, as duas propriedades premiadas primam pelo melhoramento genético de seus plantéis. “São criadores que levam muito a sério e se empenham na atividade pecuária. Numa feliz coincidência, este é o terceiro ano consecutivo que o prêmio é conquistado por criatórios do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. A ABCDB reconhece a importância do Promebo, estimula e incentiva a participação de seus associados. Essas avaliações são fundamentais para a pecuária de corte da atualidade”, ressalta a dirigente. A carne Devon certificada, produzida pelo frigorífico São João (SC), foi uma das apoiadoras do evento.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.