Consórcio com braquiária salva soja e suporta veranico

Consórcio com braquiária salva soja e suporta veranico

PARTILHAR
plantacao-soja-maranhao
Foto: Carlos Santos

Atrás da braquiária, raiz da soja cresce 2 centímetros por dia e tem água pra passar o veranico, trabalho é da Embrapa Soja.

O trabalho das instituições de pesquisas segue focado nas boas práticas e no solo para garantir que as plantas de soja nas principais regiões produtoras do país possam passar por momentos de adversidades climáticas como os que foram registrados nesta safra. 

A temporada foi marcada por intensos veranicos e as lavouras onde as raízes puderam se aprofundar mais tiveram melhores resultados. Durante o Show Rural Coopavel, que acontece nesta semana em Cascavel, no Oeste do Paraná, os pesquisadores Henrique Debiasi e Júlio Franchini, da Embrapa Soja apresentaram os resultados de um estudo em uma trincheira confirmando essa conservação da água no subsolo. 

A soja plantada depois da braquiária apresenta uma raiz maior, alcançando até 1,40 metro de profundidade, com força e extensão para buscar água e enfrentar o veranico. 

“Essa presença de 1,4 m indica que a caixa d’água que a soja está explorando corresponde a, aproximadamente, 120 mm de água, com uma possibilidade muito maior de superar problemas de veranico”, diz Debiase. 

Com um perfil de solo formado, de braquiária e colocada sua raíz, seja solteira ou consorciada com o milho, a raiz da soja cresceu 2 cm em profundidade por dia. O pesquisador afirma ainda que outro benefício é o maior volume de água que entra no solo, que é muito maior depois da braquiária. 

“Mesmo sendo um bom manejo, houve um pouco de escoamento. Isso demonstra a necessidade de se ter um bom sistema de terraceamento mesmo em uma condição de bom manejo do solo e de cobertura com palhada”, completa. 

O vídeo a seguir, da Embrapa Soja, dá detalhes sobre o estudo. Confira:

Adaptado de Notícias Agrícolas


-- conteúdo relacionado --

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.