De Montana a Tarok, Super Picapes estão chegando!

PARTILHAR
Foto Divulgação.

As grandes e médias picapes são a sensação do momento, algumas são tão esperadas que prometem ser líder de vendas; Confira agora os vídeos!

Picape é um mercado que não conhece retração. Se muitas outras carrocerias perdem espaço em favorecimento aos SUVs, os modelos com caçamba crescem em vendas e reservam muitos lançamentos para os próximos quatro anos no nosso mercado. O setor do Agronegócio tem estimulado as vendas dessas categorias, tendo ganhado uma forma de compra ainda mais interessante com a possibilidade da troca de grãos na aquisição de vários modelos!

Tem para gostos variados. Teremos a volta e a estreia de picaponas de marcas tradicionais, como GM e Ford, muitos modelos médio-compactos para beliscar as vendas da renovada Fiat Toro e até estreia de novos conjuntos mecânicos na líder absoluta entre as pequenas.  Confira as picapes que serão lançadas no Brasil.

1. Peugeot Landtrek

A Peugeot Landtrek usa plataforma chinesa (Foto: Peugeot | Divulgação)

Até o fim do ano a marca francesa vai voltar a se aventurar neste mercado, mas, desta vez, com um exemplar para a categoria de médias. Com 5,33 metros de comprimento, 1,96 m de largura, 1,82 m de altura e 3,18 m de entre-eixos, a Landtrek será montada no Uruguai, de onde virá para o Brasil de olho na Toyota Hilux.

A picape é fruto da parceria do PSA Groupe (holding entre Peugeot e Citroën dona da Opel e que hoje faz parte da Stellantis) com a chinesa Changan. Para o mercado brasileiro, será equipada com motor 1.9 turbodiesel de 150 cv e 35,7 kgfm, câmbio automático e capacidade de carga de mais de uma tonelada.

2. Nissan Frontier

Nissan Navarra é a Frontier no Brasil (Foto: Nissan | Divulgação)

A Frontier acaba de estrear uma nova série limitada X-Gear já como linha 2022, mas sua remodelação está próxima. Entre o fim do ano e primeiro trimestre do ano que vem, a picape média produzida em Córdoba (Argentina) adotará o face-lift já aplicado no modelo lá fora, que se chama Navara em vários mercados.

No desenho, terá nova grade pronunciada e do tipo colmeia com faróis retilíneos e mais integrados ao conjunto frontal. O nome do modelo aparecerá em relevo no alto da entrada de ar. Na traseira, lanternas com novas seções. Os motores serão o mesmo 2.3 turbodiesel com potências de 160 cv ou 190 cv (biturbo), tração 4×4 e caixa automática de sete velocidades.

3. Ford F-150

A Ford F150 já é vendida na Argentina com motor 5.0 V8 e pode chegar em breve (Foto: Ford | Divulgação)

Ter essa picapona aqui é um projeto antigo da Ford, e sonho dos seus fãs – o modelo até é comercializado no nosso mercado, mas por importação independente. Contudo, parece que agora vai e que a F-150 será uma das picapes que serão lançadas no Brasil em 2022. O modelo foi reestilizado em 2020 nos EUA e ganhou itens de auxílio ao motorista.

A F-150 deverá ser importada dos Estados Unidos com motor V8 de 400 cv e 55,2 kgfm, câmbio automático de 10 marchas e tração 4×4. O preço ficará entre R$ 350 mil e R$ 400 mil, para brigar com a RAM 1500.

4. Chevrolet Montana

A velha Montana deixou de ser produzida para abrir espaço na fábrica de São Caetano do Sul para uma nova geração. Põe nova nisso, inclusive em tamanho e posicionamento. Com estrutura em monobloco e arquitetura do Tracker, a picape agora será uma médio-compacta para fazer graça no segmento dominado pela Fiat Toro.

Os motores vão ser os mesmos que equipam a linha do utilitário esportivo. As versões de entrada da Montana usarão o 1.0 turbo de 116 cv, enquanto a topo de linha virá com o 1.2 turbinado de 133/132 cv. O câmbio será sempre o automático de seis marchas.

5. Renault Duster Oroch

Modelo ainda ostenta o visual antigo do Duster (Foto: Renault | Divulgação)

A picape que inaugurou a categoria de médio-compactas, mas que nunca fez cosquinha nas vendas da Toro, finalmente vai (tentar) acompanhar a remodelação do Duster. Adotará nova grade e faróis, e o para-choque será redesenhado.

A melhor novidade, porém, ficará para a motorização. Além do 1.6 SCe de até 120 cv, a Oroch deve receber o 1.3 turboflex que estreou no Captur. São 170/162 cv de potência.

6. Ford Maverick

Apesar de ser irmã do Bronco Sport, a Maverick traz estilo mais parecido com as picapes da série F (Foto: Ford | Divulgação)

A resposta da Ford para a Toro foi apresentada nos EUA em junho. Só não espere o mesmo tamanho da rival da Fiat, tampouco desenho arrojado. A marca norte-americana apostou no estilo mais quadradão da Ranger para fazer sua nova picape de entrada.

Apesar de maior que a Toro, a Maverick vai se valer a mesma lógica da rival. O modelo da Ford usa monobloco e a plataforma C2, a mesma do Bronco Sport e que servia à falecida linha Focus. Para cá, deverá ser importada do México com opções de motores 1.5 e 2.0 turbo.

7. Renault Alaskan

Irmã gêmea da Frontier virá da Argentina (Foto: Renault | Divulgação)

O inédito modelo médio da marca francesa parece uma novela mexicana. Ou melhor, argentina. Isso porque desde a sua apresentação controversa no Salão de São Paulo de 2018 que a Alaskan vive idas e vindas constantes – no próprio autoshow, chegou a ser exposta e depois retirada do estande…

Fato é que a Alaskan é produzida desde o fim de 2020 na Argentina, sobre a mesma base e na mesma fábrica da Nissan Frontier. E mesmo com bons contratos de exportação, não dá para justificar um investimento em uma picape média na vizinhança sem contar com o mercado brasileiro. Por isso, o exemplar da Renault deve ser uma das picapes que serão lançadas no Brasil em breve.

8. Volkswagen Tarok

A Tarok chega apenas em 2025 (Foto: Volkswagen | Divulgação)

Outra novela picapeira. No mesmo Salão de São Paulo de 2018 a VW apresentou o conceito Tarok que visivelmente já estava bem próximo do modelo de produção. Só que a marca alemã suspendeu por mais de uma vez o projeto de sua anti-Toro, para felicidade da Fiat.

Uma pena, porque ao que tudo indica, a Tarok está entre as picapes que serão lançadas no Brasil com bastante atraso, só lá para entre 2024 e 2025. Feita sobre a plataforma MQB, será equipada com o mesmo motor 1.4 TSI de 150 cv que encontramos no T-Cross e no Taos. Há expectativa também de uma variante turbodiesel e com tração 4Motion.

9. Chevrolet Silverado

Os nossos vizinhos do Uruguai podem comprar uma Silverado 1500 com motor 3.0 diesel de forma oficial (Foto: Chevrolet | Divulgação)

A picapona já teve sua volta para o Brasil confirmada por um executivo da GM, que deu com as línguas nos dentes durante a apresentação da Silverado na Argentina, no ano passado. O modelo – que foi importado da Argentina entre o fim dos anos 1990 e início dos 2000 duas gerações atrás – deverá ser lançado até o primeiro trimestre do ano que vem.

Para brigar com a RAM 1500 e a Ford F-150, a Silverado será importada do México na configuração 1500. Esta é dotada de um motorzão 3.0 turbodiesel de seis cilindros, com 280 cv de potência e 62,9 kgfm de torque. O câmbio automático tem 10 marchas e a tração, claro, é 4×4.

10. Fiat Strada

Faróis Full-LED vêm de série na versão top de linha (Foto: Alexandre Carneiro | AutoPapo)

A líder absoluta das picapes do país ganhará duas novidades mecânicas. Uma delas é o aguardado câmbio automático do tipo continuamente variável (CVT). A outra é o motor 1.0 turbo de aproximados 130 cv de potência, que chegará antes no SUV Pulse, em outubro.

A estreia do câmbio CVT na nova Strada estava prevista para agosto/setembro deste ano, só que a pandemia e a falta de semicondutores afetaram a produção e os planos da marca italiana. Agora, a previsão é que a picape use este conjunto já a partir de dezembro.

Bônus: Great Wall Poer

A picape é um dos modelos cotados para estrear a produção nacional da Great Wall (Foto: Great Wall | Divulgação)

Depois de comprar a fábrica da Mercedes-Benz em Iracemápolis (SP), a Great Wall prepara seus lançamentos no Brasil. Uma das primeiras estreias será no segmento de picapes médias, com sua gama Poer, prevista para ser importada no primeiro semestre de 2022.

Pouca coisa maior que uma Hilux, o modelo deverá chegar com itens de condução semi-autônoma. Na China, usa dois motores: 2.0 turbo a gasolina com 190 cv e 2.0 turbodiesel de 163 cv. O câmbio é automático de oito marchas e há opções de tração 4×4.

Fonte: Auto Papo

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com