Dia Nacional da Pecuária: o orgulho do Brasil!

Dia Nacional da Pecuária: o orgulho do Brasil!

PARTILHAR
Foto: Rima Agropecuaria

Atividade deve passar de R$ 217,58 bilhões, obtidos em 2018, para R$ 232,89 bilhões neste ano. Atividade é orgulho nacional, confira ainda a lista dos municípios com maior rebanho bovino!

Nesta segunda-feira, 14, comemora-se o Dia Nacional da Pecuária. De acordo com o Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), a expectativa é de que o Valor Bruto da Produção (VBP) referente ao segmento pecuário deve crescer 7% em 2019, enquanto a agricultura deve apresentar um valor negativo.

Relatório é da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (ABIEC), somando todos os estados, o rebanho bovino brasileiro aumentou em 140% nos últimos dez anos. O Brasil encerrou o ano de 2018 registrando crescimento no Produto Interno Bruto (PIB), que atingiu R$ 6,83 trilhões. No mesmo período, o PIB da pecuária somou R$ 597,22 bilhões, 8,3% acima dos R$ 551,41 bilhões apurados em 2017. Com isso, o PIB da pecuária elevou para 8,7% sua participação no PIB total brasileiro.

A pecuária nacional é gigante, são mais de 200 milhões de cabeças que estão espalhadas pelo Brasil, entre as pequenas, médias e grandes fazendas. As raças são inúmeros, predominando ainda o Nelore na produção de carne. Além disso, o país tem mantido a posição de maior exportador de carne bovina do mundo!

A pecuária é feita por quem é apaixonado por ela, de sonha com um futuro melhor, de quem acorda cedo e investe tecnologia na produção. A pecuária é feita de quem acorda cedo para tirar o leite, mas também é de quem segura no laço o bezerro no pasto. Pecuária é paixão!

Segundo a entidade, o VPB da pecuária deve passar de R$ 217,58 bilhões, obtidos em 2018, para R$ 232,89 bilhões neste ano.

O ramo pecuário tem apresentado altas tanto de preços como de produção. Ganham destaque principalmente as criações de frangos (+14,2%) e suínos (+22,9%), que passam por alta nos preços em função da maior demanda derivada da peste suína na China.

Também a produção de carne bovina deve apresentar evolução, com crescimento de 3,6% no ano. Somente a produção apenas de ovos deve apresentar queda, causada pela diminuição dos alojamentos de poedeiras.

Pecuária
Foto: Divulgação

Mato Grosso é um dos principais produtores de animais do Brasil. Segundo o governo mato-grossense, o estado é o maior criador de gado bovino do país, com 30,1 milhões de cabeças, o que representa 14,4% do total brasileiro. É também o 5º maior criador de suínos, com um rebanho de 3,2 milhões de cabeças; o 4º maior produtor de pescado, com 36,6 milhões de quilos; e o 5º maior produtor de galináceos, com 59,6 milhões de cabeças.

Confira na tabela abaixo a lista dos municípios com os maiores rebanhos bovinos. O destaque é para o município com o maior rebanho bovino do país continua sendo São Félix do Xingu (PA), com um total de quase 2,5 milhões de cabeças, o relatório ainda aponta que nos últimos 20 anos e rebanho do município paraense cresceu mais de 800%.

municipios-com-os-maiores-rebanhos-bovinos-do-pais
Fonte: Athenagro, IBGE

De acordo com Amado de Oliveira Filho, consultor técnico da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), a bovinocultura no estado tem se caracterizado pela diminuição da idade de abate de animais e aumento do peso de carcaça.

“Estamos produzindo mais em menos. Em 2008, só tínhamos 3% do rebanho com menos de 24 meses, em 2019, estamos em 18%. Isso se chama carne de qualidade”, afirma.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com