Agricultor morre com ataque de abelhas, imagens fortes

Agricultor morre com ataque de abelhas, imagens fortes

PARTILHAR
Foto Divulgação.

Segundo a polícia, Adair Balen, de 60 anos, trabalhava na lavoura quando foi atacado por um enxame. Polícia Civil de Sarandi investiga o caso.

O agricultor Adair Balen, de 60 anos, foi encontrado morto, nesta segunda-feira (20), na localidade de Subida Grande, em Ronda Alta, no Norte do estado. A polícia suspeita que ele tenha sido atacado por abelhas enquanto trabalhava em uma lavoura.

Ele foi localizado por vizinhos, por volta das 8h, caído às margens de uma estrada de chão batido, no interior do município, a cerca de 5 km do centro da cidade. Segundo a Brigada Militar, Adair fazia a limpeza do pasto quando foi atacado por um exame de abelhas.

A polícia aguarda a necropsia pelo Instituto Geral de Perícias, pois ainda não é possível determinar se o ataque das abelhas foi o que causou a morte ou se ela aconteceu por outro motivo.

“Ele estava sozinho. Teremos que aguardar a perícia, pois o mesmo tinha vários problemas de saúde graves”, afirma o delegado Leandro Antunes, titular da Delegacia de Polícia de Sarandi.

Quando o Samu compareceu ao local a vítima já estava sem vida. O trabalhador foi identificado como sendo Adair Balen, de 60 anos. A Brigada Militar e a Polícia Civil compareceram ao local para procedimentos cabíveis. O corpo foi encaminhado para necropsia. 

11 orientações do Corpo de Bombeiros de como se proteger de abelhas e vespas

1 – As abelhas e vespas só atacam quando se sentem ameaçadas. Portanto, tenha atenção e precaução

2 – Se as abelhas e vespas no imóvel preocupam, mas não picaram ninguém, o recomendável é contratar um apicultor para a retirada da colmeia

3 – Se realmente houver risco de ataque das abelhas e vespas, deve-se acionar o Corpo de Bombeiros pelo telefone 193

4 – Não grite caso se sinta ameaçado ou seja atacado por abelhas e vespas. Elas são extremamente sensíveis a ruídos, que as atraem e deixam ainda mais agitadas

5 – Não utilize máquinas barulhentas, como cortador de grama e roçadeira, perto das colmeias. Elas são extremamente sensíveis a ruídos, que as atraem e deixam ainda mais agitadas

6 – Oriente as crianças a não provocarem os insetos

7 – Em caso de ataque, cubra o pescoço e o rosto. Além disso, corra em zigue-zague para fugir: as abelhas e vespas se movimentam em grupo e em linha reta

8 – Afaste os animais domésticos, principalmente cachorros, do enxame. O barulho deles pode irritar as abelhas e desencadear ataques

9 – Se alguém for picado, a retirada dos ferrões tem de ser imediata, já que eles liberam toxina gradativamente no organismo. A retirada interrompe o processo

10 – Fique atento à possibilidade de choque anafilático – reação alérgica imediata e severa – , que pode causar inchaço e obstrução das vias áreas superiores e hipotensão, situações que podem ser fatais

11 – É recomendável que a retirada de colmeias seja feita de noite, já que as abelhas são animais diurnos. Em ambiente urbano, um enxame provocado pode atingir uma área de duas a quatro quadras

Compre Rural com informações do G1

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com