Governo amplia carência do Pronampe para 11 meses

PARTILHAR

As empresas que desejarem ampliar a carência de seus empréstimos devem procurar a instituição financeira em que contrataram o crédito.

O governo anunciou nesta terça-feira a ampliação em três meses, para 11 meses, do prazo de carência do Pronampe, programa de crédito emergencial para micro e pequenas empresas lançado em meados do ano passado como medida de enfrentamento à crise econômica gerada pela pandemia da Covid-19.

O prazo da carência estipulada originalmente estaria começando a vencer agora para as primeiras empresas a aderir ao programa e a extensão do prazo se dá em meio ao recrudescimento da pandemia no país, com várias cidades declarando medidas mais rígidas de restrição à movimentação de pessoas e do fechamento de serviços não-essenciais.

O prazo da linha de crédito do Pronampe é de 36 meses e até 100% da inadimplência pode ser coberta por recursos do Fundo de Garantia de Operações (FGO), que é administrado pelo Banco do Brasil e recebeu aportes do Tesouro.

No ano passado, foram concedidos mais de 37 bilhões de reais em empréstimos por meio do programa, segundo informações do Ministério da Economia. As empresas que desejarem ampliar a carência de seus empréstimos devem procurar a instituição financeira em que contrataram o crédito.

Fonte: Reuters

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com