Granja inaugura mega “fazenda” solar fotovoltaica

Granja inaugura mega “fazenda” solar fotovoltaica

PARTILHAR
Foto Sices/Divulgação

Inaugurada em Goiás uma “fazenda” solar fotovoltaica que deve contribuir com economia de R$ 80 mil por mês com gastos de energia na Granja do Grupo Josedith

O Grupo Josidith, que é produtor de ovos na cidade de Leopoldo Bulhões (GO), localizada a cerca de 60 km da capital do estado, inaugurou na última terça-feira, 8, a instalação de uma usina solar fotovoltaica para atender as demandas de energia de sua linha de produção, que gira em torno de 2 milhões de ovos por dia

O projeto contribui para redução de 4,3 mil toneladas/mês a emissão de gás carbônico, poluente causador do aquecimento global. A capacidade de geração mensal é de 149.250kWh (quilowatt-hora) que é equivalente ao consumo de cerca de mil residências por mês.

Sendo assim, segundo informações da empresa, o projeto de energia solar vai gerar uma economia de R$ 80 mil/mês para a propriedade rural além de mitigar em 4,3 mil toneladas/mês a emissão de gás carbônico, poluente causador do aquecimento global. O Grupo Josidith, trabalha de forma sustentável, mitigando as emissões de CO2.

Segundo Lucas Tróia, diretor comercial de novos negócios da Sices, o investimento em energia solar contribui para o maior controle de custos na atividade agropecuária. “Com esse tipo de fonte de energia, o produtor passa a ter um maior controle dos gastos, pois o custo dele com energia passa a ser fixo. Isso reflete em mais competitividade. É um investimento que se paga”, destaca.

O projeto foi totalmente personalizado para o Grupo Josidith e foi realizado pelas empresas brasileiras Sices Solar, uma das maiores no segmento, em parceria com a Essencial Engenharia Eficiente. A iniciativa engloba todas as soluções tecnológicas de ponta com a capacidade de geração mensal é de 149.250kWh (quilowatt-hora), o equivalente ao consumo de cerca de mil residências por mês. 

São 2.880 módulos FV Monocristalinos de 385Wp e 6 inversores de 125kW. A instalação durou seis meses e ocupa 15 mil metros quadrados.O investimento tem retorno esperado para o valor aplicado pelo grupo em cinco anos.

Segundo dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), a agropecuária é o terceiro setor que mais utiliza energia solar fotovoltaica no Brasil, atrás apenas dos consumidores residenciais e do setor de comércio e serviços.

Ainda segundo a entidade, o país conta com cerca de 23 mil sistemas no campo, o que corresponde a 7% do total e contempla mais de 32 mil produtores. “Goiás ocupa a 6ª posição nacional na geração de energia solar fotovoltaica”, ressalta Absolar. 

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com