Ladrões de gado são “abatidos” pela polícia

Ladrões de gado são “abatidos” pela polícia

PARTILHAR
Imagem ilustrativa

A Força Tática da Polícia acabou conseguindo “abater” uma quadrilha que atirou e quase matou animais de uma fazenda durante uma tentativa de roubar e carnear o gado!

Quatro homens foram presos por abigeato (roubo de gado) na forma tentada, porte ilegal de arma de fogo se uso permitido e formação de quadrilha na noite deste sábado (21) na estrada de acesso ao porto de areia, zona rural Sul de Três Lagoas .

Infelizmente, apesar da grande ação realiza pela polícia no meio rural, os ladrões ainda são números e sem escrúpulos para cometer os crimes. A formação de quadrilha é crescente nesse tipo de crime. A utilização de tecnologias tem ajudado os criminosos a se especializarem nos crimes rurais, já que os preços estão atrativos.

A Polícia Militar no início da noite recebeu uma denuncia de disparos de arma de fogo, na região do Porto da Areia. A Força Tática foi enviada para o local e durante os buscas pela região a equipe fez diversas abordagens em veículos que trafegavam pela região.

Em um determinado momento a equipe da Força Tática buscou a aproximação de dois veículos, um Gol cinza e uma Caravan de cor prata. No veículo Gol foram encontrados três facas, um facão, uma lona e uma chaira, apetrechos utilizados para a desossa de gado.

Na Caravana foi encontrado uma espingarda adaptada para calibre 22, cinco munições calibre 22, intactas e dois aparelhos celulares. Após serem indagados sobre o que estariam fazendo com aquele material, naquela hora, foi respondido que o quarteto estaria praticando o crime de abigeato, para o consumo próprio.

Para os policiais o quarteto ainda confessou terem tentado abater uma vaca, os autores relataram terem atirado no animal, mas não terem conseguido abate-la, e que mesmo ferida, a vaca conseguiu fugir dos criminosos.

Foi dado voz de prisão ao quarteto e os quatro foram levados para um Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) onde foram autuados pelo crime de abigeato, porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e formação de quadrilha.

Gados estão marcados com simbolo da propriedade(Divulgação)

Pecuarista tem prejuízo de meio milhão com furto de 150 cabeças de gado

Um homem de 40 anos teve parte do gado furtado de sua propriedade, na BR-262 nessa terça-feira (17) em Ribas do Rio Pardo, a 103 km de Campo Grande. O prejuízo estimado é de R$ 500 mil.

À polícia o fazendeiro disse que visualizou pegadas de seu gado do lado de fora da propriedade. Ao verificar encontrou vários animais soltos fora do cercado da fazenda.

Ele então mandou fazer a recontagem onde foi constatado a falta de 150 cabeças de gado, cerca de R$ 500 mil. As cercas estão intactas, o que leva à suspeita de que os animais foram retirados pela porteira, que apesar de estar com cadeado pode ser desencaixado nas dobradiças.

A vítima ainda afirmou que a última contagem foi feita no último dia 13 de novembro. O caso foi registrado com furto.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com