Ladrões tombam caminhão e deixa gado morrer em estrada

Ladrões tombam caminhão e deixa gado morrer em estrada

PARTILHAR
Foto : Divulgação

Informações preliminares mostram que os bandidos fugiram depois de tombar o caminhão, ao todo foram mais de 30 cabeças; confira vídeo do salvamento.

Os ladrões invadiram uma fazenda na cidade de Paulo de Faria, interior de São Paulo, e roubaram mais de 30 cabeças de gado, é possível observar algumas novilhas e vacas leiteiras através do vídeo. Durante o transporte, o caminhão tombou e vários animais morreram no acidente.

A suspeita é de que o furto tenha ocorrido entre o último sábado e domingo. O caminhão com placas de Sud-Menucci, que fica a 250 de Paulo de Faria, foi achado tombado com os animais dentro da carroceria já na noite de domingo, por voluntários e polícia.

Após o tombamento os ladrões abandonaram o caminhão com as novilhas e fugiram. Segundo apuração do jornal local, VotuporangaTudo, mais de 10 animais morreram.

Foi preciso uma máquina carregadeira para desvirar o caminhão boiadeiro. Na tentativa de salvar alguns animais voluntários cortaram a carroceria com uma motosserra.

O furto é investigado pela Polícia Civil.

Polícia desarticula grupo investigado por roubo de gado em Goiás; prejuízo pode chegar a R$ 200 mil

A Polícia Civil desarticulou um grupo investigado por roubo de gado nas cidades de Piranhas, Arenópolis e Aragarças, todas na região oeste de Goiás. Três homens foram presos e outros dois estão foragidos suspeitos do roubo de 100 cabeças de gado. Segundo o delegado Ricardo Galvão, o grupo agia com bastante violência durante as ações. O prejuízo é de cerca de R$ 200 mil.

“Nós estamos apurando esses crimes há quatro meses. Recebemos uma denúncia anônima com os detalhes de como eles agiam e também localizamos um veículo utilizado em um dos crimes na cidade de Piranhas”, contou o delegado.

Ainda segundo Galvão, um dos suspeitos confessou que praticou os roubos e contou que o grupo planejava os crimes com antecedência, tendo, inclusive, os receptadores a espera do rebanho.

Os três suspeitos podem responder por associação criminosa armada e roubo. Eles foram encaminhados para a cadeia pública de Caiapônia e as investigações continuam com o objetivo de identificar os receptadores pra onde os gados eram levados.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com