Leite: vacas morrem eletrocutadas, imagens fortes!

Leite: vacas morrem eletrocutadas, imagens fortes!

PARTILHAR

Um descarga elétrica, proveniente de um raio, fez com que 04 vacas leiteiras que pastavam no campo fossem instantaneamente eletrocutadas.

O forte temporal do amanhecer deste último domingo (12) culminou e um considerável prejuízo para um colono, vendedor de leite, da comunidade de Invernada há cerca de 14km do município de Grão-Para, próximo ao início da formação montanhosa da Serra do Corvo Branco.

Um descarga elétrica, proveniente de um raio, fez com que 04 vacas leiteiras que pastavam no campo fossem instantaneamente eletrocutadas. Elas estavam próximas umas das outras e caíram repentinamente indicando o quão forte era a tensão do raio.

O relâmpago é uma ameaça ao gado em todo o mundo, principalmente por ficaram mais expostas no campo, próximo a cercas de arame ou próximas a árvores que servem de condutor para uma descarga elétrica em uma tempestade.

Quanto aos humanos, as chances de serem atingidos por um raio são de aproximadamente 1 em 576.000 e as chances de serem mortos por um raio são de cerca de 1 em 2.320.000.

Quais os perigos da descarga elétrica para o gado?

Uma descarga elétrica é capaz de despejar milhares e até milhões de volts de uma só vez. Mesmo quando atinge uma árvore, por exemplo, pode se propagar ao solo e afetar uma área extensa.

Na maioria dos casos, o recebimento desse “choque” é fatal para os animais — especialmente para os bezerros. O principal problema é que a energia elétrica percorre o corpo e passa, necessariamente, pelo coração, fazendo com que o órgão deixe de funcionar.

Caso o animal se encontre em um ponto relativamente distante da área de queda, ele pode sobreviver. Contudo, os impactos físicos promovem muitos danos. Quando gado de corte é atingido, por exemplo, a carne não costuma ser aproveitável.

Dependendo das sequelas, pode haver até mesmo a necessidade de sacrifício posterior do bovino. Por isso, as descargas elétricas causam tantos problemas aos pecuaristas. Com a perda de cabeças, a produtividade também cai e a fazenda pode ter dificuldades em se manter.

Como prevenir morte de bois por raios?

A proteção contra descargas elétricas é essencial para garantir o máximo cuidado com a produção bovina. Embora não seja possível prever quando ou onde ocorrerá uma queda de raio, há como diminuir os seus impactos.

Algumas práticas são bem simples e exigem apenas uma mudança de hábitos. A seguir, listamos as principais dicas para prevenir morte de bois por raio! Acompanhe!

Evite que os animais se abriguem embaixo de árvores

Ter árvores no pasto é uma boa alternativa para que o gado possa descansar à sombra durante os dias de tempo limpo. Dessa forma, há menos desgaste físico por parte dos animais, que sentirão menos calor.

No entanto, as árvores representam riscos quando uma tempestade chega. Em um campo aberto, elas se caracterizam como os pontos mais altos e, portanto, tendem a atrair os raios. Logo, para impedir a morte dos animais, é importante eles não fiquem abaixo das copas.

Aos primeiros sinais de tempo fechado, vale a pena tocar os animais para um local protegido e seguro, de modo a evitar problemas.

Mantenha o gado espalhado

Em uma tempestade, se os animais estiverem juntos, há grandes chances de todos morrerem ou sofrerem as consequências de uma descarga que se propagar no raio em que estão situados.

Então, outra forma de proteger os bois das descargas atmosféricas é manter a boiada espalhada. Crie métodos para coordenar o espalhamento e forme pequenos grupos com os bois. Com isso, qualquer perda é reduzida.

Construa um galpão

Se houver espaço disponível, vale a pena considerar a construção de um galpão a fim de proteger os animais. Essa é uma prática especialmente recomendada para fazendas em áreas com tempestades intensas ou muito frequentes.

O ideal é garantir que a estrutura seja devidamente protegida, além de ter acesso fácil por parte do gado. Em geral, estruturas feitas de alvenaria são as mais indicadas, porque oferecem o isolamento necessário para a área. Assim, é possível proteger todas as cabeças no local. Estes galpões para estarem totalmente seguros devem estar com sistema de para raio instalado por um profissional capacitado.

Tenha para-raios

Como dissemos, as descargas elétricas acontecem em pontos proeminentes. Por isso, a construção de um para-raios para concentrar as principais quedas é bem útil.

É essencial que ele esteja próximo o bastante do pasto, mas que não afete o gado em caso de descarga. Para tanto, precisa ser devidamente isolado, a uma distância que garanta segurança.

Se for o caso, também é possível construí-lo no topo da estrutura do galpão. Com isso, haverá maior previsibilidade sobre a queda das descargas. Só tenha cuidado com o aterramento, para que os raios não causem danos estruturais ou ao rebanho.

Como proteger as cercas dos raios?

Para prevenir morte de bois por raio, também é preciso tomar proteger as cercas presentes em sua fazenda. Como, normalmente, são feitas de aço, elas acabam sendo energizadas em uma tempestade com muitas descargas elétricas. Logo, se os animais encostarem nos fios acidentalmente, sofrerão choques fatais.

Por isso, o ideal é começar pelo aterramento. Crie condições para que a energia possa ser conduzida à terra, o que evita que toda a cerca seja perigosa. Em geral, isso pode ser feito ao conectar os fios a uma haste metálica, que fica enterrada.

Outro ponto importante é que não é recomendado usar um arame contínuo por grandes extensões. O melhor é dividi-lo em porções menores, conectadas por isolantes especiais para a situação. Essa é a técnica mais indicada porque reduz, consideravelmente, a área de exposição ao risco de descargas.

Esses métodos apresentam ótimos resultados, tendo em vista que, ao realizar o aterramento e conter a propagação da descarga, o impacto da do raio torna-se bem menor. No mais, é fundamental que você conte com produtos de alta qualidade. Assim, é possível ter a certeza de que todo o projeto vai funcionar exatamente como o esperado no momento necessário.

Prevenir morte de bois por raio é viável, desde que as ferramentas e técnicas certas sejam usadas. Além das medidas de proteção já adotadas, coloque em prática as nossas dicas e não se esqueça de fazer as devidas adequações às cercas. Dessa maneira, nenhuma queda próxima ou sobre os arames gerará uma energização capaz de matar os seus animais.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com