Morre um grande nome da pecuária de corte, Luiz Campos

PARTILHAR

Zootecnista e pesquisador Luiz Otávio Campos morre aos 70 anos, ele foi um dos idealizadores do Programa Embrapa-Geneplus; Confira abaixo!

Faleceu nesta quinta-feira, 15, aos 70 anos,  o pesquisador e melhorista de gado de corte Luiz Otávio Campos da Silva. Zootecnista formado pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, com doutorado em Genética e Melhoramento Animal, Luiz foi um dos idealizadores do Programa Embrapa-Geneplus e do Programa GPBife.

Ele tinha 70 anos. Luiz Otávio deixa a esposa Valéria, cinco filhos e sete netos. O pesquisador iniciou sua vida profissional como diretor da Fazenda Modelo de Guaratiba (RJ), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do estado do Rio de Janeiro. Em janeiro de 1982, chegou à Embrapa Gado de Corte (Campo Grande-MS) e, assim, se inicia essa história de amor, sucesso e dedicação entre ele, a Ciência e a Empresa.

Luiz Otávio ingressou na Embrapa em 1982 e foi um dos idealizadores e fundadores do Programa Embrapa/Geneplus, que completou 25 anos em 2021. o Dr. LOCS, como era conhecido, participou em trabalhos de avaliação genética de rebanhos de diversas raças de corte, como Nelore, Caracu e Senepol.

“Além de ter estado à frente do Programa Geneplus por mais de duas décadas, teve efetiva participação em várias ações pioneiras da Embrapa que transformaram positivamente o melhoramento genético de gado de corte no Brasil. A grande paixão pela sua profissão é um legado a todos. O mesmo pode ser dito em relação à sua eterna inquietação em inovar, em fazer algo de impacto real para a bovinocultura de corte – mesmo após uma carreira de destaque. A equipe do Programa Embrapa Geneplus crê que a melhor maneira de respeito à sua memória, à sua história é seguir a busca contínua pela melhoria, pela qualidade dos rebanhos de nossos criadores. Eis como cultivar a eternidade: cuidar e melhorar algo que alguém se dedicou ao longo de sua vida. Aos familiares e amigos, rogamos a Deus para lhes dar força e conforto para suportarem momento tão triste e difícil. Não há dúvidas da paixão pelo melhoramento genético, mas nada se aproximava do amor e orgulho que Luiz tinha pela sua família. Descanse em paz!”, manifestou a equipe do Programa Embrapa/Geneplus, em postagem em rede social.

A Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) lamentou o falecimento do zootecnista, pesquisador e parceiro do PMGZ. Na ABCZ, Luiz Otávio Campos da Silva atuou como membro do Conselho Técnico de 1999 a 2007. Mas, até os dias de hoje, mantinha fortes relações com a instituição, principalmente através da parceria entre a ABCZ e a Embrapa – parceria que alavancou a qualidade dos programas de melhoramento genético, destacou a entidade.

“Luiz Otávio contribuiu de forma ininterrupta durante mais de 30 anos para a evolução do PMGZ, desde a concepção do programa. Introduziu novas ideias e estava sempre buscando novos desafios. É uma perda para a Zebuinocultura e, particularmente, perdi um grande e generoso amigo”, comenta Luiz Antônio Josahkian, superintendente técnico da ABCZ.

Luiz Otávio Campos da Silva foi homenageado com o Mérito ExpoGenética na edição de 2017 da feira, na categoria Pesquisador.

“Recebemos essa notícia com muita tristeza. Com seu amplo conhecimento e dedicação ao nosso setor, Luiz Otávio cooperou imensamente para o avanço do Melhoramento Genético – não só aqui na ABCZ, por seu trabalho com o PMGZ, como em todo país. Hoje nos despedimos de um grande pesquisador e profissional”, lamentou o presidente da ABCZ, Rivaldo Machado Borges Junior.

Em luto, pecuaristas, pesquisadores, especialistas e amigos se manifestaram pelas redes sociais, em solidariedade aos familiares pelo falecimento de Luiz Otávio.

“Hoje, 16 de julho, amanhecemos mais pobres de Capital Humano! LOCS nos deixou nesta madrugada! Mais que um ícone na área do Melhoramento Animal, Luiz Otávio era um Ser Humano de Primeira Grandeza. Hoje, não quero falar de minha #Gratidão por tudo que tentou me ensinar sobre genética, hoje, quero externar minha gratidão ao Homem Luiz Otávio e entre tantas lembranças, registrar o casamento de sua filha, quando ao entrar na Igreja com ela, separa-se e começa a lhe aplaudir, com a paixão, sua marca registrada, de um torcedor, comemorando, senão um título, um majestoso gol de seu amado Fluminense! Saudade!!!” – Daniel Bilk Costa, diretor da DBO Editores.

“Muito triste com a perda do colega Luiz!” – Ériklis Nogueira, pesquisador da Embrapa.

“Um grande pesquisador e amigo. Ériklis, também peço que leve meus sentimentos ao grupo da Embrapa e aos familiares” –  Sérgio De Zen, diretor de Política Agrícola e Informações da Conab.

“Meus sentimentos. Mercado de genética perde um de seus expoentes. Guardarei boas lembranças” – Daniel Biluca, zootecnista.

“Um grande amigo, com o qual tanto aprendi, de personalidade rara com grande capacidade de SERVIR ao seu juramento de profissão e aos objetivos da pesquisa à frente do Melhoramento Genético da EMBRAPA Gado de Corte. Um ÍCONE da Pecuária Brasileira!” – Mário Luiz Pompeo, médico-veterinário.

“O legado deixado pelo meu amigo Luiz Otávio será eterno, que Deus o receba de braços abertos” – Argeu Silveira, diretor técnico da ANCP.

“Luiz Otávio tem lugar na tribuna de honra da moderna pecuária brasileira!” – Jovelino Mineiro, pecuarista.

Luiz Otávio em palestras a estudantes e pecuaristas/ Foto: Embrapa

“Grande perda. Realmente um pesquisador que deixa uma bagagem científica de trabalho e experiência que muito contribui com as raças bovinas de corte no Brasil. Meus sentimentos à família” – Antônio Roberto, pecuarista.

As últimas homenagens a Luiz Otávio Campos da Silva acontecem nesta sexta-feira, 16 de julho, em Campo Grande. O sepultamento será na capital fluminense, Rio de Janeiro.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com