Mulher morre pisoteada por uma vaca

Mulher morre pisoteada por uma vaca

PARTILHAR

Mulher chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital. Um parente contou que ela foi atacada pelas costas por vaca que tinha parido há pouco tempo.

Uma merendeira de 55 anos morreu na quinta-feira (6) após ser atacada por gado ao sair para trabalhar, em um povoado de Pirenópolis, a 122 km de Goiânia. O caso é investigado pela Polícia Civil, que considera, inicialmente, como acidente.

Sônia Fátima dos Santos Rezende mora na zona rural da cidade e, diariamente, pegava uma van para ir trabalhar. “No dia do acidente ela estava atravessando uma área de pasto e foi atacada pelo gado. As pessoas que estavam na van a resgataram ainda com vida e levaram para a casa dela. Porém, pela distância, como o Samu [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência] ia demorar, a família a levou de carro até o hospital, mas ela acabou morrendo”, disse o delegado Tibério Martins.

Parentes contaram que ela passou próxima a uma vaca que tinha parido há cerca de um mês e que o ataque pode ter sido com o intuito de proteger o bezerro. “Pelo jeito que falaram, ela não viu a vaca, ela foi atacada por trás”, disse Lourival José de Oliveira, primo da vítima.

A polícia vai ouvir as pessoas que estavam na van e também familiares para tentar entender a dinâmica do caso. “Inicialmente, tratamos como um acidente, pois o gado estava em uma área adequada. Vamos tentar, agora, identificar de quem era o animal”, disse o delegado.

Na Escola Municipal Santo Antônio, instalada no povoado de Santo Antônio, em Pirenópolis, todo mundo tinha um carinho especial por Sônia Fátima dos Santos Rezende, de 55 anos.

Os motoristas do transporte escolar, que se revesam na condução, tentaram salvá-la dos animais. Dona Sônia foi levada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) até o Hospital Estadual Ernestina Lopes Jaime, mas não resistiu.

Tudo aconteceu muito rápido. Coube a um genro dela se dirigir até a Delegacia de Pirenópolis e registrar o óbito. O clima, no povoado de Santo Antônio, é de incredulidade, tristeza e também indignação.

Para alguns moradores, os responsáveis pelo pasto que Dona Sônia tentou atravessar nesta manhã deveriam ter mais atenção. Eles relatam que não há nenhum tipo de vigilância no local e esperam que, com essa fatalidade, isso mude.

Homem morre após ser atacado por vaca

Um homem morreu após ser atacado por uma vaca na zona rural de Jaciaba, distrito de Prudentópolis, na região dos Campos Gerais do Paraná, caso aconteceu no final de dezembro, segundo a Polícia Militar (PM).

De acordo com a polícia, a vaca atacou o pecuarista enquanto ele limpava o filhote dela.

O bezerro estava com insetos no umbigo, e a vítima fazia esterilização no local, conforme a polícia. O animal atacou a vítima com os chifres. Dessa forma, segundo a PM, o homem foi arremessado e bateu as costas.

A PM informou ainda que a propriedade fica a cerca de 70 quilômetros de Prudentópolis. Moradores das proximidades tentaram socorrer o homem. Uma enfermeira, de um posto de saúde da zona rural, confirmou o óbito da vítima no local.

O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Guarapuava, na região central do estado.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com