Não entregou o ITR, veja o que acontece!

Não entregou o ITR, veja o que acontece!

PARTILHAR
Fazenda Saga / Foto: Eng. Agrônomo Alan Moreira

Prazo para entrega do ITR terminou no dia 30 de setembro; veja como fica a situação de quem perdeu o prazo, veja as dicas na matéria abaixo e evite mais surpresas.

Os sistemas da Receita Federal registraram o recebimento de 5,795 milhões de Declarações do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (DITR) de 2019, entregues dentro do prazo, que se encerrou nesta segunda-feira, 30 de setembro. No ano passado, foram entregues 5,661 milhões declarações dentro do prazo regulamentar.

A declaração deveria ser preenchida por meio de uma plataforma geradora do arquivo, que pode ser baixado na página da Receita na internet. Entretanto, nem todo mundo fez a entrega dentro do prazo regulamentado pela Receita.

Para aqueles que perderam o prazo de entrega da declaração do ITR, estão pendentes com a receita federal e deverão regularizar a situação. Sendo necessário a entrega da declaração sujeito a multa a ser calculada no momento da entrega. Veja o passo a passo:

Entrega em atraso

Quem não entregou a DITR 2019 dentro do prazo, poderá fazer a declaração e está sujeito a pagamento de multa de 1% do imposto devido, limitada a 20%. A multa mínima é de R$ 50,00, mesmo para quem não tenha imposto apurado na declaração.

A Notificação de Lançamento da Multa por Atraso e a correspondente Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf) para pagamento da multa serão emitidos pelo programa de preenchimento da DITR.

Compre Rural com algumas informações do Agrolink.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com