Nem a sexta-feira acalmou o mercado do boi gordo

Nem a sexta-feira acalmou o mercado do boi gordo

PARTILHAR
Boiada Nelore
Foto: Embrapa

Tipicamente o último dia da semana é de mercado calmo, com frigoríficos testando as cotações. Não foi o caso da última sexta, dia 8/11. Confira!

Segundo levantamento da Scot Consultoria, a cotação do boi gordo subiu R$2,00/@ em São Paulo e, ficou em R$179,00/@, à vista, sem desconto. Com desconto do Senar, o preço de referência ficou em R$178,50 e com desconto do Funrural e Senar a referência está em R$176,50/@. 

A expectativa é de que o mercado comece essa semana firme. A própria sazonalidade de demanda na segunda quinzena é mais sutil em novembro e dezembro, já que temos o efeito das contratações temporárias e a primeira parcela do décimo terceiro salário.

O feriado de sexta-feira (15/11) deve ajudar na manutenção de um volume de consumo doméstico melhor. O mercado atacadista está firme, com ajuste positivo de 0,4% para a carcaça de machos castrados.

Mercado do milho: atenção ao câmbio

Segundo levantamento da Scot Consultoria, na região de Campinas-SP, o milho está sendo negociada em R$43,00 por saca de 60 quilos, frente a negócios em até R$44,00 por saca no final de outubro e começo de novembro. 

A queda no ritmo das exportações, a situação melhor de clima e do avanço da semeadura da safra de grãos de verão (2019/20) colaboraram com este cenário de preços mais frouxos nas últimas semanas. 

Para o curto prazo, atenção ao câmbio. As recentes valorizações do dólar frente ao real, que retornou para patamares acima de R$4,10, poderão incentivar as exportações brasileiras, o que poderia retomar a sustentação do mercado em curto prazo. 

Mercado futuro: até quando sobe??

Alta no preço do garrote no Tocantins

A escassez de oferta de animais para reposição resultou em alta de 20,6% nos preços desde janeiro, considerando a média de todas as categorias pesquisadas pela Scot Consultoria. 

No estado, a maior demanda é por garrote. O animal anelorado de 9,5@ teve valorização de 25,5% no período, e atualmente está cotado em R$1,9 mil. 

Nesse mesmo período a arroba do boi gordo teve alta de 20,9% e, com isso, o poder de compra do recriador na troca com esta categoria diminuiu 3,7% no Tocantins. 

Para o curto e médio prazos, a pequena oferta de animais para reposição associada à demanda aquecida mantém a expectativa de pressão de alta sobre os preços dos bovinos para reposição.

Compre Rural com informações da Scot Consultoria

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com