Nem Chico Bento, nem Jeca Tatu

PARTILHAR
Foto Divulgação.

O setor agropecuário cresceu e muita coisa mudou e nem Chico Bento ou Jeca Tatu representam o produtor rural. Confira o texto, qual sua opinião?

Personagem principal da Turma do Chico Bento, criada pelo cartunista brasileiro Maurício de Sousa, Chico foi criado em 1961, um garoto de pés descalços e chapéu de palha rasgado representando o menino da zona rural. 

Jeca Tatu é um personagem criado por Monteiro Lobato, em 1914, em sua obra Urupês, que contém 14 histórias baseadas no trabalhador rural paulista. Simboliza a situação do caipira, abandonado pelos poderes públicos brasileiros às doenças, ao atraso econômico, educacional e à indigência política.

Um deles com mais de 100 anos e outro com 60 anos. De lá pra cá muita coisa mudou e nem Chico Bento ou Jeca Tatu representam o produtor rural.

Infelizmente, muitos associam o produtor a alguém maltrapilho, sujo, barbudo, cabeludo, sem educação, ignorante,  fácil de ser enganado, andando de carroça ou de cavalo. Criam uma imagem de que o produtor de leite tem uma vaca magra, aspada (castigada), amarrada num poste, com uma corda nas pernas e no meio do barro, com uma pessoa suja a ordenhando manualmente com uma balde velho, cachorro, gato, galinhas e muitas moscas em volta.

A realidade é outra: são feitos altos investimentos em sala de ordenha, genética dos animais, bem-estar animal (sem cordas nas pernas), alimentação de qualidade e higiene, sem animais domésticos em volta.

Imaginam também uma casa de chão toda enfumaçada devido ao fogão de lenha, sem luz elétrica e que, dentro, tenha, no mínimo, um porco, uma galinha chocando, gato e cachorro, um monte de abóboras e mandioca pelo chão, entre outras coisas.

Na verdade, o produtor não é maltrapilho, não é sujo, gosta de usar roupa boa (adora ganhar camiseta das empresas), cuida da sua aparência, tem a barba feita e o cabelo cortado, alguns usam chapéu, mas não o do Chico Bento.

As produtoras gostam de andar bem vestidas, usar maquiagem, batom, unhas pintadas, joias, tudo aquilo que as mulheres da cidade usam e, mesmo tendo que fazer todas as atividades rurais, a vaidade sempre as acompanha.

No interior, existem pessoas com doutorado e outras sem diploma universitário, porém com o diploma da vida, muita experiência, muita sabedoria, muito conhecimento e não são nada fáceis de serem enganadas ou passadas para trás.

Se você quer que o Chico Bento ou o Jeca Tatu representem o produtor, dê um banho neles, coloque um smartphone em sua mão, uma roupa melhor, uma botina no pé e esquece o chapéu rasgado.

O produtor de 2021 é ligado nas novas tecnologias, bem informado, competente e profissional, preparado para o que for preciso. Esta é a imagem que devemos repassar, fazer as pessoas enxergarem a realidade do produtor.

Por Fabrício Nascimento

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com