“Para o produtor não existe mundo de fantasias e narrativas”

PARTILHAR
gestor de fundos de investimento henrique bredda
Foto: Divulgação

“Você não pode protestar”; artigo escrito por um dos maiores gestores de fundos de investimentos do país, Henrique Bredda, sobre o agronegócio brasileiro

Por Henrique Bredda* –– Os agricultores precisam lidar com a realidade nua e crua todos os dias. Não existe mundo da fantasia, das narrativas, que se sustentam na roça. Você não pode “protestar” contra a peça que quebrou do trator, você tem que consertá-lo e fazer o trabalho. Você não pode “protestar” porque o boi está com fome, está magro e não tem pasto suficiente. Você tem que alimentá-lo. Você não pode “protestar” que a chuva não vem, ou que ela veio forte demais. A realidade se impõe. Você não pode “protestar” porque outros agricultores no mundo provocaram uma super produção e baixou o preço daquela cultura que você está especificamente produzindo.

Quanto mais próximo da realidade uma pessoa estiver, assim como o agricultor, quanto mais ela trabalhar com pessoas reais, com a natureza, com a produção, com a transformação de ideias em produtos finais, competindo no mercado, sendo desafiado a encontrar soluções práticas para problemas concretos, correndo riscos de perdas, mais próxima de conceitos racionais essa pessoa estará. Setores onde o contato com o mundo concreto é forte, não permitem que as pessoas fujam da realidade ou justifiquem atos irracionais com argumentos sem pé nem cabeça, pois ela não sobreviveria à imposição da verdade dos fatos.

Para enfrentar a realidade como ela é o agricultor precisa ser racional. A realidade do agricultor não é aquela inventada a partir de teorias bonitas que só servem para encher livros fraudulentos e embasar teses estapafúrdias de intelectuais fajutos. Ela é real.

No Brasil, o Agro nos salva, além de tudo, pois mantém a nossa sanidade mental em dia e o nosso senso de realidade apoiado em terra firme.

Dada a necessidade de ser extremamente racional e de ter os pés no chão, não é à toa que os agricultores tendem a valorizar as maiores conquistas da razão humana: a família, a propriedade privada e a Fé.

Essa é a relação lógica (ter racionalidade e enfrentamento da realidade) que também explica o porquê quem odeia os agricultores também tende a não reconhecer a importância da família, de reconhecer o fundamental direito à propriedade privada e de encontrar paz de espírito na Fé em Deus.

Henrique Bredda é Engenheiro naval formado pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e um dos principais gestores de fundos do país, quando o assunto é investimento em ações. Sob responsabilidade da Alaska Asset, gestora que ajudou a criar em 2015, onde administra mais de R$ 14 bilhões de reais.

Conteúdo originalmente publicado no MNP

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.