Polícia mata ladrões de gado, mas será que acabou o roubo?

Polícia mata ladrões de gado, mas será que acabou o roubo?

PARTILHAR

A insegurança no campo é crescente, dia após dia, os produtores rurais estão ficando a mercê da bandidagem nas propriedades. Até quando?

Dois homens foram mortos em confronto com a Polícia Militar, na região de Cariri, sul do Tocantins. Os dois são suspeitos de integrar uma quadrilha que roubou 170 cabeças de gado e manteve uma família em cárcere privado durante o ato, na zona rural de Dueré. O confronto foi durante a operação Hórus Divisa.

Segundo PM, a polícia de Goiás informou que os suspeitos estavam na região sul do Tocantins neste sábado, em um carro prata com placa de Goiânia. Infelizmente, a ação realizada a alguns meses, não trouxe segurança para a região. Confira!

Produtor tem que estar armado, tem que ter direito a “abater” esses bandidos. Chega de impunidade e insegurança!

Insegurança e barbaridade

A Polícia Civil de Goiás, apoiada pela Polícia Civil de Minas Gerais, efetuou nessa terça-feira (21) o cumprimento de mandados de prisão preventiva e busca e apreensão nas cidades de Itumbiara (GO) e Ituiutaba (MG). Foram presas quatro pessoas, sendo três delas em Itumbiara e uma em Ituiutaba.

Em Ituiutaba foi preso um advogado. Já em Itumbiara, foram presos um taxista, um motorista de aplicativo e um vaqueiro, todos suspeitos de envolvimento na tentativa de latrocínio praticada, em uma propriedade rural de Itumbiara (região da Boa Vereda), na manhã do dia 12 de julho. Na ocasião, 72 cabeças de gado foram roubadas. O dono das reses foi baleado e posteriormente socorrido.

A investigação é conduzida pelos delegados Lucas Finholdt, do Grupo de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Itumbiara, e Pedromar Augusto de Souza, titular da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Rurais (DERCR), com o apoio da Delegacia Regional de Ituiutaba.

As investigações continuam em busca do gado subtraído e da identificação de outros eventuais suspeitos. As ordens de prisão e buscas foram determinadas pela 2ª Vara Criminal de Itumbiara, após parecer favorável do Ministério Público local.

Animal abatido em propriedade, carne foi roubada após abate!

Produtor que recebe ou compra gado roubado não é produtor rural, é bandido!

Imagem Ilustrativa. Foto: Polícia Civil

Tentativas de coibir as ações criminosas

Foi realizada nesta segunda-feira, dia 20, a “Operação Guirlanda”, de combate ao abigeato (roubo de gado).

Conforme o delegado André Roese, foi realizada uma ação de reconhecimento, inclusive com uso de drone, com apuração de informações de animais de procedência duvidosa, tendo sido fiscalizadas cinco propriedades rurais, das quais três foram interditadas, já que foram encontrados 11 animais com irregularidades dos 17 conferidos.

Também foram verificados ainda suínos, ovinos e aves sem registro nas propriedades sem cadastro no Serviço Veterinário Oficial. A regularidade cadastral desses animais é essencial, tanto para o controle da qualidade dos mesmos, em razão de vacinação e demais inspeções, como para se evitar o estímulo do abigeato pela receptação clandestina.

VAMOS COMPARTILHAR, VAMOS NOS UNIR! CHEGA DE ROUBO NO CAMPO, CHEGA DE INSEGURANÇA PARA NOSSAS FAMÍLIAS!

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com