Preços da soja estabilizam, mas valor ainda é elevado

Preços da soja estabilizam, mas valor ainda é elevado

PARTILHAR
grãos1
Foto: Lucas Ninno

Sem produto no mercado interno, as atenções se focam no plantio e na compra de produto no exterior, incluindo aquisição nos Estados Unidos.

O mercado brasileiro de soja teve um dia travado e de preços praticamente estáveis e nominais. Sem a oferta do produto, as atenções se focam no plantio e na compra de produto no exterior, incluindo aquisição nos Estados Unidos. Em dia de eleição nos Estados Unidos, o mercado financeiro internacional teve um dia tranquilo. Com isso, Chicago subiu, mas o dólar recuou.

Em Passo Fundo (RS), a saca de soja 60 quilos seguiu em R$ 173,50. Na região das Missões, a cotação permaneceu em R$ 173,50. No porto de Rio Grande, o preço ficou em R$ 169. Em Cascavel, no Paraná, o preço baixou de R$ 178 para R$ 175 a saca.

No porto de Paranaguá (PR), a saca permaneceu em R$ 156. Em Rondonópolis (MT), a saca estabilizou em R$ 178. Em Dourados (MS), a cotação permaneceu em R$ 173. Em Rio Verde (GO), a saca seguiu em R$ 186.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão com baixa de 1,83%, sendo negociado a R$ 5,6570 para venda e a R$ 5,6550 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,6450 e a máxima de R$ 5,7660.

Fonte: Agência Safras

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com