Programa de Eficiência de Carcaça do Minerva cresce no país

PARTILHAR
touro nelore da fazenda santanna do apa
Foto: Fazenda Sant’Anna do Apa

Estão abertas as inscrições para o programa que reconhece e valoriza pecuaristas com melhores índices de desempenho; Janaúba (MG) passa a fazer parte do programa

O Programa de Eficiência de Carcaça (PEC) reunirá ainda mais pecuaristas e bovinos para abate em sua terceira edição, em 2021. O PEC, que reconhece e valoriza os pecuaristas com os melhores indicadores de desempenho, e que lideram o processo de produção de carcaças padronizadas e de alta qualidade, chega a Janaúba (MG).

Agora, unidades da Minerva Foods em cinco estados participam das avaliações do programa. Janaúba, onde a Minerva Foods tem unidade com capacidade para abate de 800 bovinos por dia, junta-se às cidades de Araguaína (TO), José Bonifácio (SP), Mirassol D´Oeste (MT) e Palmeiras de Goiás (GO). Entre 2019 e 2020, essas quatro unidades foram responsáveis pela avaliação de 337 mil bovinos do projeto da Minerva Foods, Phibro Saúde Animal e Biogénesis Bagó.

“A inclusão da unidade de Janaúba no PEC é muito importante porque traz para o programa produtores do Norte de Minas Gerais, região mais forte em pecuária e que precisa produzir melhor. Assim, ampliamos a presença no país, facilitando a participação de mais pecuaristas e potencializando nosso objetivo, que é contribuir para a melhoria da qualidade da pecuária brasileira”, afirma Fabiano Tito Rosa, diretor de compra de gado da Minerva Foods.

Os pecuaristas de Janaúba e dos demais estados participantes do PEC podem inscrever seus animais para abate no site. As avaliações seguem até o final de agosto.

“O PEC objetiva dar sua contribuição para a pecuária brasileira avançar ainda mais e atingir um novo patamar de eficiência”, diz Mauricio Graziani, presidente da Phibro Saúde Animal. “Para alcançar esse objetivo, o programa dissemina boas práticas, integrando os vários elos da cadeia produtiva e oferecendo apoio para os pecuaristas produzirem mais e melhor.”

Marcelo Bulman, country manager da Biogénesis Bagó, destaca que as empresas parceiras colocam suas estruturas técnica e comercial à disposição dos criadores participantes para ajudá-los a produzir mais e melhor. “São centenas de veterinários e zootecnistas a campo, trabalhando para mostrar aos produtores que eles podem ir além em termos de eficiência. E que isso é bom não apenas para eles, mas para a pecuária do Brasil.”

Entre suas principais propostas, o PEC leva conhecimento e tecnologias para ajudar pecuaristas a melhorar seus índices de desempenho, melhorando a constância de oferta, a precocidade dos animais, o acabamento de gordura, a uniformidade do lote, o bom peso de abate, a padronização e o pH da carne.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com