Raça Montana é mais heterose com simplicidade

Raça Montana é mais heterose com simplicidade

PARTILHAR
Foto: Divulgação

Numa pecuária competitiva é preciso estar atento aos números para obter a máxima rentabilidade sobre o capital investido; artigo por Gabriela Giacomini.

O Montana é uma raça composta desenvolvida no Brasil há 25 anos com objetivo de produzir animais ganhadores de peso, sexualmente precoces, com carcaça de qualidade e muito bem adaptados ao clima das diversas regiões brasileiras, aproveitando ao máximo os conceitos do melhoramento genético. Após os 25 anos de seleção, podemos dizer que a missão foi cumprida e superou as expectativas.

Atualmente, o Montana é uma raça versátil e muito simples de usar: basta soltar o touro e colher os resultados! O Montana pode trabalhar e continuar gerando heterose com qualquer tipo de vaca e, devido ao forte trabalho de melhoramento genético, o uso de touros Montana na vacada proporciona ganhos cada vez maiores ao longo dos anos.

Numa pecuária competitiva é preciso estar atento aos números para obter a máxima rentabilidade sobre o capital investido, para fazer frente às ótimas margens da agricultura. Um exemplo da rentabilidade do uso dos touros Montana pode ser calculado a partir dos touros que foram oferecidos durante um dos leilões realizados em 2019:

A DEP média de Peso ao Desmama dos touros do leilão era de 7kg. Isso quer dizer que os filhos de Montana tendem a ser 7kg mais pesados do que os filhos de um touro de valor genético zero ou desconhecido, como é a maioria dos touros do mercado. Considerando que um touro terá cerca de 35 filhos por ano, o diferencial é de 245kg de bezerro já na primeira safra. Traduzindo em dinheiro, a um preço de R$6,20/kg, o resultado financeiro a mais é de R$1.520 na primeira safra. Se o touro trabalha por 6 anos, em média, teremos R$9.120 a mais no bolso apenas por usar um touro Montana.

A diferença no sobreano é maior ainda: a média dos touros do leilão era de 15kg, que pode ser traduzido em 525kg a mais de boi gordo! Vendendo a boiada a R$5,20/kg (ou R$156/@), teremos R$2.730 a mais no bolso na primeira safra. Ao longo dos mesmos 6 anos, são R$16.380 a mais no bolso apenas pela diferença genética.

Sem contar as outras DEPs e as fêmeas que ficam produzindo qualidade na fazenda. Comprar touro Montana compensa, e muito!

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.