Recorde: Novilha vale R$ 195/@, está virando ouro!

Recorde: Novilha vale R$ 195/@, está virando ouro!

PARTILHAR
Foto: Agropecuária Maragogipe

Seguindo o mercado do boi, a novilha virou ouro para os frigoríficos que focam no mercado de exportação; Boi gordo bate R$ 207 e segue com viés de alta.

A pecuária de corte brasileira vive um momento de incerteza quanto ao consumo interno por causa da pandemia do coronavírus que levou a população a ser obrigada a viver em isolamento social. A notícia boa fica a cargo das exportações, a China tem sido o principal destino da carne brasileira e os frigoríficos estão premiando e procurando animais jovens, elevando assim o preço das novilhas que são as mais procuradas.

Na última semana, a menor oferta de animais nesse final de safra deu sustentação aos preços no mercado do boi, e como não seria diferente, em um momento de retenção das fêmeas, a novilha gorda chegou ao preço recorde de R$ 195/@. Confira!

As cotações da boiada gorda seguem firmes, com destaque para os prêmios oferecidos nos animais jovens, que atendem os requisitos de exportação. Além disso, o início da reabertura de algumas atividades (flexibilização do período da quarentena) ao longo das próximas semanas deve melhorar o consumo de carne bovina, dando suporte para as cotações do gado gordo.

A virada de mês normalmente estimula o consumo de carne bovina. No entanto, em função da pandemia, o cenário é de cuidado, com o monitoramento do desempenho do escoamento da carne.

Com flexibilização das medidas restritivas, é esperado que haja algum reflexo positivo no consumo de carne bovina, embora esse aumento seja restrito. 

Conforme divulgado pela a Agrobrazil, a negociação para a categoria das novilhas chegou ao preço recorde de R$ 195/@, lembrando que são animais até quatro dentes, com padrão exportação e pagamento com 30 dias. Confira as demais informações na imagem abaixo.

O que se parece um caso isolado, não é verdade. A imagem abaixo, de outra negociação para o mercado interno, mostra o quanto essa categoria vem sendo procurada pelos frigoríficos brasileiros. A média de preço para a categoria é de R$ 191/@ com prazo de 30 dias, segundo informações da Scot Consultoria.

Como anda o boi gordo no Brasil?

Na região de Teodoro Sampaio/SP, o valor negociado para a arroba do boi china foi de R$ 207,00, à vista e com data para o abate programado em 10 de junho. Em Araçatuba/SP, o valor do boi China foi negociado em R$ 200,00/@, à prazo com trinta dias para pagar  e com data para o abate em 04 de junho.

“Estamos no início de mês, porém já começamos o mês de junho que com safra com menor entrada de animais. Do lado do mercado interno, não sabemos o que esperar do consumo nas próximas semanas, pois é uma incógnita”, destacou o Analista de Mercado da Cross Investimentos, Caio Junqueira.

Segundo Safras&Mercado

  • Na capital paulista, os preços do mercado à vista ficaram em R$ 196 a arroba, contra R$ 194 na sexta-feira, 29.
  • Em Uberaba (MG), os preços ficaram em R$ 190 a arroba, ante R$ 187 no fechamento anterior.
  • Em Dourados (MS), a cotação foi de R$ 180 contra R$ 178 anteriormente.
  • Em Goiânia (GO), o preço indicado foi de R$ 187 a arroba, ante R$ 185.
  • Já em Cuiabá (MT), a arroba passou para R$ 173, contra R$ 172.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com