Reposição representa mais de 60% do desembolso na pecuária

Reposição representa mais de 60% do desembolso na pecuária

PARTILHAR

O ágio do valor de compra da arroba do bezerro sobre a arroba do boi gordo é um termômetro para o retorno financeiro. Como o pecuarista tem encarado esse mercado?

Com o mercado de reposição em alta e com os desafios inerentes à atividade, é importante que o produtor de gado de corte fique atento ao ágil do valor do bezerro em relação ao boi gordo, que pode passar de 50%, segundo levantamento do Sistema Famasul. O mercado da reposição, que tem representado mais de 60% do desembolso no sistema produtivo de recria e engorda, é o tema da matéria de “Mercado Agropecuário” desta semana.

“A recria e engorda têm sido desafiadoras com o aumento dos valores da reposição, subindo a régua para o desempenho animal individual e para a taxa de lotação por área. Quanto mais cara a reposição, maior pressão para o aumento da produtividade”, explica o médico veterinário e gerente técnico do Sistema Famasul, José Pádua.

Por isso, segundo Pádua, é importante que o produtor considere o ágil nessa etapa, que é a diferença entre o valor de compra da arroba do bezerro e o valor de venda da arroba do boi gordo.

“Calcular a porcentagem do ágio é uma forma de ir mais afundo na análise, não basta olhar somente o valor nominal da reposição, mas sim o quanto ele representa em relação ao valor da arroba”, complementa.

Quanto mais arrobas a propriedade produzir, maior será a possibilidade dela “zerar” ou “diluir” o ágio pago na compra da reposição.

Essas e muitas outras informações sobre o mercado da pecuária de corte estarão presentes no mais novo boletim da Casa Rural. O SIGABOV (Sistema de Inteligência e Gestão Territorial da Bovinocultura de Corte de Mato Grosso do Sul) será mensal, e trará dados e análises estratégicas com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento da cadeia produtiva no estado.

O SIGABOV será lançado nesta terça-feira (30), durante a live Sistema Famasul, às 18h (MS), que vai abordar os ‘Desafios e Oportunidades da Bovinocultura de Corte em MS’.

O encontro virtual será comandado pelo médico veterinário e gerente técnico do Sistema Famasul, José Pádua, tendo como convidado o zootecnista e mestre em produção animal, Antonio Chaker. Acompanhe no Youtube e Facebook do Sistema Famasul.

Fonte: Famasul

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com