Rota marítima pelo Pacífico pode reduzir custos de frete em até 35%

Rota marítima pelo Pacífico pode reduzir custos de frete em até 35%

PARTILHAR
Porto de Itaqui faz parte do Arco Norte, que vem ganhando destaque no escoamento de grãos. Divulgação MAPA.
Porto de Itaqui faz parte do Arco Norte, que vem ganhando destaque no escoamento de grãos. Divulgação MAPA.

Boletim Logístico divulgado nesta semana pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) destaca análise realizada por técnicos; confira

Os agricultores que utilizam os portos do Arco Norte podem obter redução de até 35% nos custos do frete por tonelada exportada ao adotar rotas marítimas pelo Pacífico. A queda ocorre mesmo com o pagamento da taxa de utilização do Canal do Panamá, conforme indica o Boletim Logístico divulgado nesta semana pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A análise realizada por técnicos da Companhia mostra o Canal como importante alternativa para melhorar a competitividade dos produtos agrícolas brasileiros, uma vez que pode representar menor tempo de navegação, com decorrente redução do frete, custos operacionais, combustível e emissões, entre outros, bem como possibilitar a abertura de novos mercados de origem asiáticas.

“O que se precisa para atingir esse índice de redução são algumas melhorias na infraestrutura, para adequar a realidade portuária brasileira a essas oportunidades, como a utilização do Canal do Panamá”, pondera o superintendente de Logística Operacional da Conab, Thomé Guth. “Por isso, algumas empresas brasileiras e terminais portuários já assinaram acordo internacional de intercâmbio de informações e cooperação técnica com as autoridades panamenhas”.

Mercado interno de frete – Com o início da colheita da soja, a contratação do serviço de frete rodoviário em janeiro começou aquecida em Mato Grosso. No entanto, mesmo com o aumento de até 18% nos preços, quando comparado com dezembro do ano passado, os valores ainda estão até 16% menores em relação ao mesmo período em 2020. A expectativa é que as cotações aumentem ainda mais em fevereiro e março, à medida que a colheita da oleaginosa avance pelo país.

Ainda de acordo com o boletim, o mercado de fretes rodoviários deve continuar forte ao longo do 1º semestre, tendo em vista a estimativa de produção recorde, bem como a existência de grande volume de comercialização antecipada.

Rota de Integração Latino Americana (RILA)

A Rota de Integração Latino Americana (RILA), ou Rota Bioceânica, é um corredor rodoviário com extensão de 2.396 quilômetros, que pretende ligar o Oceano Atlântico aos portos de Antofagasta e Iquique, no Chile, passando por Paraguai e Argentina. Segundo seus propagadores, seria uma alternativa ao Porto de Santos (SP), encurtando distância e tempo para as exportações e importações brasileiras entre mercados potenciais na Ásia, Oceania e Costa Oeste dos Estados Unidos. No estado de Mato Grosso do Sul, a rodovia atravessa a parte sul do Pantanal.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.