Saiba a importância do escarificador para o solo

Saiba a importância do escarificador para o solo

PARTILHAR
Foto: Divulgação

O Escarificador é indicado no plantio direto, por manter a palhada de culturas anteriores na superfície, e também na reforma da pastagem

Com a colheita da soja finalizando em várias regiões do Brasil, o produtor já começa a prestar mais atenção no preparo e na qualidade do solo que receberá as sementes no próximo plantio. Essa preocupação tem uma razão de ser, pois o impacto se dá lá na frente, principalmente na nutrição da lavoura e, por consequência, na hora de colher. Um dos equipamentos com que o produtor pode contar para auxiliar no preparo da terra nesse período é o escarificador EPCR 300, fabricado pela Piccin Tecnologia Agrícola, de São Carlos-SP. O equipamento, que rompe o solo por meio de propagação de trincas e é indicado para descompactar a camada superficial do solo, proporciona mais economia e produtividade no campo.

Graças ao posicionamento dos seus discos de corte em linha, o implemento realiza um corte perfeito de palhada. “A superfície não é revirada como na aração ou gradagem e assim há o rompimento nas suas linhas de fraturas naturais. Os subsoladores usam hastes que são cravadas no solo e provocam o seu rompimento para frente, para cima e para os lados, de forma menos profunda, gerando uma descompactação de até 300mm”, esclarece o Técnico de Agricultura de Precisão, Paulo Padilha.

Escarificador promove descompactação e ajuda no rendimento da lavoura e da pastagem

Foto: Divulgação

Revolver ou descompactar o solo é uma prática importante na manutenção da terra, pois ajuda a manter a permeabilidade do terreno, melhorando a absorção da água e facilitando o enraizamento das plantas. A escolha do equipamento no momento do preparo do solo depende da avaliação, das necessidades, do tipo do terreno e do plantio de cada agricultor ou pecuarista. “As hastes do EPCR 300 são fundidas em material nodular e foram projetadas para realizar a descompactação através da vibração. Elas são produzidas para extrair o máximo de eficiência através da flexibilidade correta, resistência à abrasão e durabilidade”, explica Padilha.

Uso na pecuária

O uso do escarificador é indicado especialmente para o plantio direto por manter a palhada de culturas anteriores na superfície do solo, mas também é altamente recomendado na pecuária, especialmente na recuperação de pastagens degradadas para que o pecuarista possa estender a vida útil das mesmas. “O criador que fizer um bom trabalho com escarificador descompactando bem o solo, possibilitará melhor enraizamento da Brachiaria, aumentando a massa e consequentemente a UA/ha (Unidade Animal por Hectare). A maioria das pastagens do Brasil está degradada e um grande percentual delas tem problemas relacionados à compactação do solo”, esclarece.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com