Sotaque mineiro é o mais atraente do Brasil, segundo pesquisa

PARTILHAR
Maria Luiza Feital
Foto: Maria Luiza Feital

Pesquisa de app de namoro junto a 1,6 mil brasileiros indicou a pronúncia típica no estado como a mais atraente, seguida do tom gaúcho

Uai, gente, e não é que os mineiros e as mineiras têm o sotaque mais atraente entre os brasileiros!? Pois o resultado surpreendente “demais da conta” vem de uma pesquisa que ouviu cerca de 1,6 mil pessoas de todas as regiões do país, na primeira quinzena de setembro. Eis a lista: mineiros em primeiríssimo lugar, com 35% de aprovação, seguidos de gaúchos (33%), paulistas (27%), cariocas (25%) e pernambucanos (17%).

Realizada pelo aplicativo de namoro happn , a pesquisa mostra ainda que 55% dos solteiros e solteiras brasileiros consideram a voz uma característica essencial na hora de escolher um crush, palavra inglesa que, na linguagem da internet, significa paquera, e também expressa uma paixão platônica ou amor repentino. E mais: 35% dos solteiros disseram que a voz tem o poder de criar simpatia ou antipatia logo em um primeiro momento.

A maior parte (86%) das pessoas ouvidas na pesquisa acredita ser possível “se apaixonar à primeira voz” pelo crush, antes mesmo de ver uma foto dela. E aí entra aquela história de que cada palavra falada pode ser música para os ouvidos de alguém. Portanto, vale prestar atenção: os tipos de voz mais atraentes são sexy (28%), confiantes (22%), reservadas/tímidas (16%) e rouca (13%).

mineira Maria Luiza Feital - estudante de medicina veterinaria
Foto: Maria Luiza Feital

“Então, eu como uma boa mineira adorava falar que não tinha sotaque, até sair do meu estado e perceber o quanto as pessoas adoravam ele e pontuavam as diferenças (alguns até tinham dificuldade de entender pelo vocabulário arrastado rsrs). Sou suspeita, mas pra mim não tem sotaque melhor que o de mineiro, ele transmite bem tudo que o mineiro é, receptividade.” –– nos confessa a mineira Maria Luiza Feital, estudante de Medicina Veterinária de Engenheiro Caldas (MG).

De acordo com informações do aplicativo, que fez o levantamento pela primeira vez, Belo Horizonte é a sexta cidade brasileira com mais usuários do happn , que lançou uma série de funções de voz no app “para tornar os encontros virtuais mais reais e trazer mais emoções aos solteiros”. De acordo com a empresa, o objetivo foi “entender o quanto é importante a voz nos relacionamentos”.

A cantora Artane Inarde de Siqueira confirma os dados. A nordestina conheceu o marido mineiro em 2011, na fila de um show no Rio de Janeiro. Ela conta que o sotaque do companheiro chamou sua atenção de imediato.

— No meio do pessoal, eu vi um mineiro muito lindo com o sotaque gostoso. Ele falava “trem, uai e sô”. A neuropsicóloga Ednalva Borges explica que o sotaque está diretamente ligado à personalidade.

— No caso de Minas Gerais, essa atração vem muito por causa do acolhimento. As pessoas falam que o mineiro é muito acolhedor, que tem sotaque e carinhoso.

Artane, que se mudou para o Estado para se casar com o companheiro que conheceu na fila, confessa que adora seu sotaque de origem, mas já se rendeu ao modo de falar dos mineiros.

— Eu também fui contagiada e acabei incorporando ao meu vocabulário. Sou uma nordestina que fala ‘uai’ e ‘trem’.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.