Temporada de Primavera deve manter alta no mercado pecuário gaúcho

Temporada de Primavera deve manter alta no mercado pecuário gaúcho

PARTILHAR
Foto: Eduardo Linhares/Divulgação

Na avaliação da Trajano Silva Remates, tendência é de elevação de preços durante o tradicional período de vendas

Tradicional período de vendas, a Temporada de Primavera da Pecuária Gaúcha deve apresentar resultados satisfatórios para a venda de bovinos de corte, em especial reprodutores. Na avaliação do leiloeiro e diretor da Trajano Silva Remates, Marcelo Silva, a tendência é de alta no preço do gado gordo e do terneiro no período.

Para o especialista, há um entusiasmo no mercado especialmente pelos números da política econômica, a queda do desemprego, o desempenho do PIB e a queda dos juros. “Isto tudo foi uma série de variáveis que fazem o conjunto total da obra se enxergue com olhos muito positivos. Para a primavera estamos muito entusiasmados, achamos que podemos repetir no mínimo ano passado ou até mais”, salienta.

Alguns dos principais leilões da Temporada de Primavera estarão a cargo da Trajano Silva Remates. Iniciando no dia 22 de setembro com o tradicional remate da GAP Genética, em Uruguaiana (RS), que também recebe o Selo Racial, outro evento tradicional, no dia 25 de setembro. Fechando o mês, em Esteio (RS), ocorre o leilão Espinilho e Soldera.

Já no mês de outubro serão quatro leilões, a começar pelo remate Santa Tereza, em Camaquã (RS), no dia 5 de outubro. Depois é a vez do São Jorge e Rio Negro, dia 8 de outubro, em Bagé (RS). Após ocorre o tradicional remate Bela Vista, em Santana do Livramento (RS), dia 15 de outubro. Fechando a agenda acontece em Uruguaiana (RS), no dia 18 de outubro, o leilão Aurora e Sossego.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com

PARTILHAR
Portal de conteúdo rural, nosso papel sempre será transmitir informação de credibilidade ao produtor rural.