Tragédia: rebanho morre atingido por raio, vídeo!

Tragédia: rebanho morre atingido por raio, vídeo!

PARTILHAR

“É muito triste né. Já estávamos passando por uma seca forte e agora isso”, lastima a produtora após morte do gado ; Veja o vídeo abaixo e os detalhes da tragédia!

Após uma forte tempestade que atingiu boa parte dos municípios no norte e noroeste do Paraná, entre a noite de quarta-feira (14) e a madrugada de quinta (15), dez cabeças de gado morreram após serem atingidas por um raio no distrito de Ouro Verde Alto, cidade de Tapira.

O fato aconteceu na propriedade rural do casal Antonio Barbosa Magalhães e Maria Guerra Magalhães. Além de matar o gado, a tempestade também derrubou árvores e destelhar casas na região.

Segundo dona Maria, dos dez animais que morreram, nove eram do casal e um era do vizinho, que estava no pasto da propriedade. Segundo a proprietária, o raio caiu por volta das 20h, quando o casal escutou um forte estrondo.

Somente na manhã desta quinta-feira (15) é que Antonio viu o estrago. Foi solicitado apoio da Prefeitura, que enviou uma máquina para abrir uma vala, onde os animais foram enterrados.

“É muito triste né. Já estávamos passando por uma seca forte e agora isso”, lastima a produtora rural.

Dicas para evitar boi morto por raio

1- Não importa o tamanho do seu pasto e da cerca. O ideal é que a cada 100 metros, os arames sejam interrompidos com isolantes. Dessa forma, haverá isolamento da descarga elétrica. Não se preocupe que ainda neste texto vamos te explicar como.

2- Evite que o gado fique todo junto. Assim, a uma descarga elétrica de alto impacto, todos poderão morrer. Tocar o gado e espalhá-lo de forma segura, é garantido.

3- Outra sugestão direta para pequenos e médios produtores: construa um galpão. Se sua região for típica de tempestades, principalmente as torrenciais, é a melhor maneira de resguardar seu gado contra raios. Insira também um para-raio no teto para evitar qualquer possibilidade.

4- As árvores são ótimas para proteção contra o sol. Mas no caso de chuvas, é um grande fator de risco. Assim que o céu der os primeiros sinais de tempestade pelo acúmulo de nuvens, evite que o gado se abrigue embaixo delas.

O que fazer na propriedade

Para o isolamento da cerca, com baixo custo, o produtor pode aderir ao isolador. Ele evita que a energia emitida pelo raio seja contínua em toda a extensão da cerca. Dependendo do modelo, aguenta a tração de até 900 kgs, o que garante segurança na cerca e não permite fugas ou rompimento do arame.

A aplicação é fácil, não exigindo o uso de máquinas ou ferramentas, apenas uma alicate de corte.

Outro método é aterrar a cerca. Pela trajetória do raio, é preciso encontrar um solo para a descarga. A terra é ótima para isso, pois não dissemina a energia. Por isso, incluir pontos do arame enterrados em toda a extensão do cercado, auxilia na prevenção.

Modelo de aterramento de hastes para prevenção de correntes elétricas por raio nas cercas. – Foto: Belgo-Mineira Bekaert Arames S.A.

Um objeto metálico que liga todas as cercas, totalmente enterrado, faz com que a descarga termine naquele ponto, ao se chocar com o solo. O objeto mais utilizado e que tem mais garantias é a haste metálica. Geralmente, tem formatos em barras arrendondas ou até mesmo de uma cantoneira. Na imagem abaixo, podemos visualizar modelo de aterramento de hastes para prevenção de correntes elétricas por raio nas cercas.

Estas dicas simples e bem estruturas podem evitar muitos prejuízos na sua propriedade. Além de evitar o sofrimento animal.

Todo o conteúdo áudio visual do CompreRural está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail jornalismo@comprerural.com